segunda-feira, 21 de agosto de 2017

​Cristo do Magano é cenário para I Corrida de Obstáculos dos Desbravadores da Colina

 Mesmo no frio intenso que marcava 18° C das primeiras horas da manhã do domingo (20), os esportistas não desanimaram e participaram da I Corrida de Obstáculos dos Desbravadores da Colina. O evento foi realizado na colina do Magano, a aproximadamente 1.030m em relação ao nível do mar. A corrida foi organizada pelo grupo garanhuense de mesmo nome, com o apoio do Governo Municipal de Garanhuns, através da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer e Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT).

As categorias foram divididas em Geral (masculino e feminino); Sub 20 (masculino e feminino); Peso pesado (acima de 100kg) e Dupla. Segundo a organização do evento, cerca de 100 corredores participaram do momento. “É um evento novo que a gente tá trazendo para a região. Sabemos que Garanhuns tem um clima muito favorável para esse tipo de esportes e temos muitos atletas aqui. Tivemos inscrições que vários lugares do estado e até de fora”, explicou Haroldo Veloso, um dos organizadores.

 A policial civil, Andrea Amorim, de 48 anos de idade, veio de Carpina (PE), junto com uma equipe de mais nove pessoas, para participar da corrida. “Participamos de uma corrida em Recife e lá ficamos sabendo do evento de hoje. Achamos interessante participar, já que poucas pessoas do grupo conheciam a cidade. Vamos aproveitar para curtir a paisagem. Estamos esperando muita diversão e muita aventura”, comentou.
O segurança e professor de artes marciais, Jackson Honorato, é de Maceió (AL) mas mora em Garanhuns e venceu a categoria Peso Pesado. “É emoção por demais vencer essa categoria. Passei a madrugada inteira trabalhando e vim direto pra cá. É isso que eu gosto de fazer”, finalizou. O primeiro colocado de cada categoria recebeu um troféu e um valor simbólico de R$ 130,00.

Fotos: Daniela Batista – Secom/PMG


domingo, 20 de agosto de 2017

​Mais de 7600 animais já foram imunizados em Garanhuns

 A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Centro de Controle Ambiental de Garanhuns divulga que mais de 7600 animais já foram vacinados contra a raiva em Garanhuns, na campanha de Vacinação antirrábica 2017, que teve início dia 27 de junho. Dos animais vacinados, 6.355 são cães e 1.287 gatos. Na próxima semana, a equipe estará na terça-feira (22) na Vila Lacerdópolis (Centro Comunitário Santo Afonso) e na quinta-feira (24) no Indiano (próximo a Associação Cristo Redentor) das 08h às 12h30. Ao mesmo tempo, durante toda a semana, a vacinação é realizada das 07h30 às 12h30, no posto fixo no Centro de Controle de Zoonoses que fica localizado no loteamento Manoel Camelo, no bairro Francisco Figueira (Cohab II).
De acordo com o coordenador do Centro de Controle, Marcos Fernandes, “a vacinação assegura que os animais permaneçam protegidos por um ano e é destinada a cães e gatos a partir dos quatro meses de vida”. A raiva é uma doença letal que causa um quadro neurológico grave que evolui para óbito em poucos dias. A zoonose é transmitida pelo vírus rábico através de contatos com animais infectados (mordedura, arranhadura e lambedura). de contatos com animais infectados (mordedura, arranhadura e lambedura).
Imagens: Cedidas pelo do Centro de Controle Ambiental de Garanhuns

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Fifa inclui Neymar, Marcelo e Tite nas listas de indicados a melhores do mundo

AGÊNCIA BRASIL

Os brasileiros Neymar, atacante do Paris Saint Germain, e Marcelo, lateral-esquerdo do Real Madrid, ambos titulares da seleção brasileira, além do treinador Tite, estão entre os 24 jogadores e 12 técnicos indicados pela Fifa para concorrer ao prêmio de Melhor do Mundo, que será anunciado no final do ano.
A lista é elaborada por indicação de 11 personalidades do futebol mundial, entre as quais o brasileiro Cafu, o argentino Diego Maradona e o colombiano Carlos Valderrama, todos ex-jogadores das seleções de seus países.
Tite venceu os nove primeiros jogos que disputou à frente da seleção brasileira. Integram também a lista de técnicos indicados: os italianos Antonio Conte, Massimiliano Allegri e Carlo Ancelotti; os argentinos Diego Simeone e Mauricio Pochettino; o alemão Joachim Loew; os portugueses Jose Mourinho e Leonardo Jardim; os espanhóis Luis Enrique e Pep Guardiola; e o francês Zinedine Zidane.
Da lista de 24 jogadores, vão sair os três finalistas da premiação promovida pela entidade máxima do futebol mundial. Eles serão escolhidos pelos técnicos e capitães de seleções, jornalistas e torcedores, em votação que irá até 7 de setembro. A premiação será no dia 23 de outubro, em Londres.
No futebol feminino, nenhuma brasileira foi indicada para concorrer a melhor do mundo, pela primeira vez desde 2015. O Brasil já ganhou cinco prêmios com a atacante Marta, que atualmente joga nos Estados Unidos.
O atacante português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, venceu no ano passado a indicação de melhor jogador e concorre novamente este ano. A lista de 24 nomes de jogadores em atuação no futebol mundial foi elaborada por uma comissão designada pela Fifa. São eles: Pierre-Emerick Aubameyang (Gabão/Borussia Dortmund), Leonardo Bonucci (Itália/Juventus e Milan), Gianluigi Buffon (Itália/Juventus), Dani Carvajal (Espanha/Real Madrid), Cristiano Ronaldo (Portugal/Real Madrid), Paulo Dybala (Argentina/Juventus), Antoine Griezmann (França/Atlético Madrid), Eden Hazard (Bélgica/Chelsea), Zlatan Ibrahimovic (Suécia/Manchester United), Andres Iniesta (Espanha/Barcelona), Harry Kane (Inglaterra/Tottenham), Ngolo Kante (França/Chelsea), Toni Kroos (Alemanha/Real Madrid), Robert Lewandowski (Polônia/Bayern de Munique), Marcelo (Brasil/Real Madrid), Lionel Messi (Argentina/Barcelona), Luka Modric (Croácia/Real Madrid), Keylor Navas (Costa Rica/Real Madrid), Manuel Neuer (Alemanha/Bayern de Munique), Neymar (Brasil/ Barcelona/Paris Saint-Germain), Sergio Ramos (Espanha/Real Madrid), Alexis Sanchez (Chile/Arsenal), Luis Suárez (Uruguai/Barcelona) e Arturo Vidal (Chile/Bayern de Munique).

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

A partir da próxima segunda-feira (21), Garanhuns, no Agreste Meridional de Pernambuco, promove uma série de atividades alusivas à Semana Estadual da Pessoa com Deficiência. Neste ano, a mobilização tem como tema central “Calçadas: direito fundamental de ir e vir”. A abertura oficial acontecerá no dia 21, às 9h, na Câmara de Vereadores, localizada na rua Joaquim Távora, nº, bairro Heliópolis. A programação, que conta com atividades como ações educativas na rua, oficinas, mesas redondas e caminhada, segue até o dia 28 deste mês.

Com o objetivo de sensibilizar e conscientizar a sociedade, além de integrar os órgãos públicos e privados sobre os direitos fundamentais das pessoas com deficiência, a ação contará com atividades desenvolvidas pelas secretarias de Saúde e Assistência Social e Direitos Humanos, além de entidades que atuam diretamente com a temática, entre elas o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comud), Centro de Apoio Pedagógico às Pessoas Cegas (CAP), Associação dos Deficientes Visuais do Agreste Meridional de Pernambuco (Advampe), Lions Clube e Associação de Pais e Excepcionais (Apae).
Confira a programação da Secretaria Assistência Social e Direitos Humanos:

Dia 21 (segunda-feira)
9h | Abertura oficial na Câmara de Vereadores
14h | Mesa redonda no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Bela Vista, com o tema “Inserção da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho”

Dia 22 (terça-feira)
9h | Oficina de feltro no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Magano
14h | Oficina de dança na Escola Dom Juvênio de Brito

Dia 23 (quarta-feira)
9h | Dia de Beleza no Salão Cícera, bairro São José
14h | Mesa redonda no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Quilombo com o tema “Inserção da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho”

Dia 24 (quinta-feira)
9h | Oficina de Jornal no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Heliópolis
13h30min | Contação de história em libras no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Heliópolis
Dia 25 (sexta-feira)
9h | Oficina de libras na Casa dos Conselhos
13h30min | Oficina de contação de histórias na Casa dos Conselhos

Dia 28 (segunda-feira):
8h | Caminhada de encerramento da Semana da Pessoa com Deficiência, saindo da Escola Dom Juvêncio de Brito



Imagem: Divulgação

Agendamento para Planetário de Garanhuns deve ser realizado na nova sede da Secretaria de Turismo e Cultura

 O Planetário Digital Mauro Souza Lima, que fica localizado no Parque Euclides Dourado terá mudanças no horário do seu funcionamento. As visitas acontecem de segunda a sexta-feira, em horário agendado, e de quinta a sábado, abertas ao público, das 15h às 17h. Para agendar é necessário se dirigir a Secretaria de Turismo e Cultura de Garanhuns, localizada em novo endereço: Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti (Praça Mestre Dominguinhos) e entrar em contato com a servidora Josy. Em caso de dúvidas, você pode entrar em contato pelo novo telefone: (87) 3762-7063.  
O planetário dispõe de filmes, onde o professor responsável pela turma escolhe um filme baseado em seu objetivo pedagógico que varia desde o fundamental ao nível superior. O espaço tem capacidade para 40 pessoas, com poltronas confortáveis e reclináveis e duas vagas para cadeirantes.

Imagem: Divulgação

Alunos da rede municipal realizam city tour em Garanhuns



 por EDMÉA UBIRAJARA

Com o objetivo de levar conhecimento sobre os potenciais turísticos de Garanhuns,  a Secretaria de Turismo e Cultura, em parceria com a Educação, estão realizando passeios turísticos pelo município.  A  primeira unidade de ensino beneficiada foi a Escola Luiz Tenório que participou do ‘city tour’ nesta terça-feira (16) com oito turmas,  formadas por crianças de 6 a 10 anos. O roteiro passou por locais como Santuário de Mãe Rainha, Parque Ruber Van Der Linden,  Castelo de João Capão, Cristo do Magano e planetário, sempre com acompanhamento de profissionais da escola e do Turismo e Cultura. O projeto terá continuidade de acordo com cronograma das duas pastas do Governo Municipal.

De acordo com a secretária Neile Barros, a ideia é de levar para dentro da escola o turismo e a cultura. “Este é o primeiro de muitos projetos que trabalharemos em parceria com a Educação, fazendo com os pequeninos conheçam melhor a sua cidade e possam defender e entender a sua história”, disse. A secretária de Educação, Eliane Simões, ressalta que o trabalho em parceria é um dos pilares de uma integração maior da gestão municipal. “É muito interessante até porque os nossos alunos não só conhecem, mas aprendem algumas situações. Um exemplo é o cuidado com as flores para que outras crianças vejam. São noções muito importantes de convivência social”, ressaltou.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Veja os nomes que podem disputar a eleição de 2018


MSN
A aproximadamente um ano do período da propaganda eleitoral no rádio e na TV da próxima eleição presidencial, caso agosto seja mantido como o mês do início do horário ‘gratuito’, vários nomes da política brasileira começam a se apresentar como postulantes da disputa de 2018. De acordo com cientistas políticos ouvidos pelo Estado, ao menos oito candidatos gravitam com mais energia em torno desse calendário: Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede), Jair Bolsonaro (PSC-RJ), João Doria (PSDB), Geraldo Alckmin (PSDB) e Joaquim Barbosa (sem partido).
Os pesquisadores fazem comparações entre os contextos das disputas de 1989 e de 2018. Assim como hoje, aquele ano esteve marcado por forte crise econômica e política. Enquanto lá o eleitorado retornava às urnas depois do golpe militar em 1964, há pouco viu uma presidente ser afastada da Presidência. “Nem com (Fernando) Collor (presidente eleito em 1989), você teve um clima de partidos tão destroçados e uma política de tão pouca credibilidade como se tem hoje”, compara Carlos Melo, professor do Insper. A professora de Ciência Política da UFMG Mara Telles ressalta o sentimento impregnado nos dois momentos. “Em 1989, era a esperança, 2018 é a eleição do desalento”, diz.
Um dos aspectos mais relevante, no entanto, da disputa de 2018 é o que chamam “fator Lula”. O equilíbrio das forças seria alterado com a participação do ex-presidente nas eleições de 2018.
Veja abaixo quais são os oito nomes levantados pela reportagem com os acadêmicos da ciência política para a disputa do ano que vem.
LULA
O ex-presidente lidera em intenções de voto nos levantamentos do Ibope. Lula, porém, foi condenado, em julho, pelo juiz Sérgio Moro por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Caso a segunda instância confirme a sentença, Lula estará inelegível pela Lei da Ficha Limpa - que impede que condenados em segunda instância concorram. Tudo depende de quando e se o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) confirmar a decisão de Moro.

FERNANDO HADDAD
Apesar de lideranças petistas, inclusive o próprio Fernando Haddad, repetirem que Lula é “plano A, B e C”, o ex-prefeito de São Paulo é visto como nome viável caso Lula fique de fora da disputa. Haddad pode tanto representar um novo discurso de renovação, que seria bem-vindo ao partido, de acordo com Humberto Dantas, quanto capitalizar os votos de Lula, na avaliação de Carlos Melo. “A condenação (de Lula) pode dar o tom de vitimização necessário para reforçar o apoio dos militantes”, acrescenta o professor de Ciência Política da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rodrigo Stumpf.

A professora Mara Telles, no entanto, relativiza. “Dilma não foi um bom teste e, com isso, ele (Lula) reduziu a possibilidade de transferir seus votos como antes. Acho que ele não consegue dialogar com eleitorado lulista”, calcula.
CIRO GOMES
Ex-ministro de Lula, Ciro já disse publicamente que uma chapa “dream team” seria composta por ele e Haddad como vice. A possibilidade é remota, avaliam os professores, porque PT não deve abrir mão de candidato próprio, e Ciro tampouco perderá a oportunidade de concorrer. Para Rodrigo Stumpf, Ciro leva alguma vantagem porque “já se candidatou antes, então demonstra uma certa viabilidade, se não de vitória, mas de estruturação de uma campanha”.

MARINA SILVA
Ex-ministra com recall de 20 milhões de votos da última eleição presidencial como candidata do PSB, sua maior fragilidade, apontam, é a ausência dela no debate político. “Quando o País se dividiu entre petistas e anti-petistas, ela não conduziu seu eleitor. Foi atropelada pela polarização”, diz o professor Carlos Melo. Como o “Brasil é o País das vacas que tossem”, segundo ele, ainda é possível que ela reverta a imagem e consiga se colocar mais como uma protagonista política. Mas, por indícios, ele conclui que é pouco provável.

JOAQUIM BARBOSA
Um nome que também aparece nas sondagens e no noticiário, por vezes associado à Rede, é o do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa. Inicialmente, Barbosa admitiu ter sido sondado por siglas, como a Rede de Marina, e o PSB, e que estava analisando uma possível candidatura. Depois, em jantar promovido por artistas que torciam por sua candidatura, negou essa possibilidade.

TUCANOS DE SÃO PAULO
O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), preenche o campo do candidato antilulista, ainda que reitere interesse em terminar seu mandato na Prefeitura. Para a professora Mara Telles, o PSDB precisa que Lula seja candidato. “É um discurso pragmático, o partido precisa do antilulismo para aglutinar o eleitorado com o voto útil contra Lula”, diz. Se o ex-presidente for impedido, o discurso de Doria morre. “Ele pode reinventar o discurso, voltar a focar no gestor, no trabalhador, mas o discurso anti-Lula é melhor para ele”, afirma Humberto Dantas. Doria, no entanto, tem reiterado o quanto é leal ao padrinho político, o governador Geraldo Alckmin, que já manifestou desejo de voltar a disputar a Presidência.

“Se Lula estiver na disputa, Alckmin vai entrar atacando o petismo. Mas não sei se funcionaria. Ele foi ‘jantado’ em 2006 (quando Alckmin perdeu votos que já tinha para Lula no segundo turno)”, diz Humberto Dantas.
Já um dos principais adversários de Doria é o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ. “Na França, o Nicolas Sarkozy (ex-presidente) teve que começar a dialogar com a extrema direita, para conseguir votos que estavam indo para Jean Marie Le Pen (candidato da Front National). Acho que isso vai acontecer com João Doria aqui também”, aponta Mara Telles.
BOLSONARO
Bolsonaro, apesar de estar no Congresso há 26 anos, se desponta como um crítico do sistema político. O paulista de Campinas se coloca como pré-candidato e tem surpreendido os adversários com seu bom desempenho nas últimas pesquisas. Na avaliação de Mara Telles, há dois principais motivos para ascensão de Bolsonaro. “A emergência de Bolsonaro é um fruto da desconfiança na política, principalmente pelo modo como foi conduzida a Operação Lava Jato, criminalizando a classe política, indistintamente”, diz a professora. O segundo motivo, defende, seria o crescimento do discurso de intolerância no contexto internacional, com Donald Trump na presidência dos Estados Unidos e Le Pen chegando no segundo turno da corrida presidencial francesa.