quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Governo mantém IPI menor para carros até outubro

NE10


Com a exigência de que os empregos nos setores beneficiados sejam mantidos, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou na tarde dessa quarta-feira (29) a prorrogação da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para automóveis, produtos da linha branca, material de construção, móveis, painéis e luminárias. O prazo para a manutenção da medida, porém, vai variar.

No caso dos automóveis, a medida vale apenas até outubro. Segundo o ministro, o período menor leva em conta a reação mais rápida do mercado e a perda na arrecadação - prevista em R$ 800 milhões nos próximos dois meses.

Para material de construção, o IPI menor vale até final de 2013. Para linha branca, até dezembro desse ano. A perda na arrecadação, nos dois casos, é de R$ 1,8 bilhão e R$ 361 milhões respectivamente. O governo inclui pisos laminados, madeira sólida, vinículo e parede de gesso na lista de material de construção com imposto menor.

No caso dos móveis, o benefício fiscal vai até 31 de dezembro e a renúncia do governo chega a R$ 371 milhões. Para bens de capital (máquinas), o IPI menor vale até 31 de dezembro.

Além da garantia dos empregos, Mantega também exigiu a queda de preços dos produtos, o que contribuirá para a queda da inflação.

O ministro também anunciou a redução dos juros para a linha do Programa de Sustentação do Investimento (PSI), administrada pelo BNDES. Segundo o ministro, o PSI venceria em 31 de agosto e vale agora, até o fim do ano. Ainda de acordo com ele, o programa, criado em 2009 para financiar sobretudo bens de capital e investimentos em tecnologia, tem R$ 230 bilhões autorizados, dos quais ainda estão disponíveis R$ 78 bilhões. A prorrogação, disse Mantega, permitirá a liberação de todo o valor previsto.
Fonte: Agência Estado

Em nova pesquisa Datafolha, Geraldo empata com Humberto


Blog do Jamildo 

O candidato a prefeito do Recife pelo PSB, Geraldo Julio, empatou com Humberto Costa (PT) na mais recente pesquisa de intenção de votos do instituto DataFolha, publicada no início da noite desta quarta-feira (29) em parceria com a TV Globo e a Folha de São Paulo O socialista aparece com 29%, mesmo valor do petista, que liderava todas as sondagens publicadas até agora. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.


Em seguida, aparece Daniel Coelho (PSDB) com 12% e Mendonça (DEM), com 9%. Roberto Numeriano (PCB) e Edna Costa (PPL) registraram 1% cada. Por sua vez, Jair Pedro não pontuou. O postulante Esteves Jacinto (PRTB) não foi incluído na sondagem por ter sido impugnado pela Justiça Eleitoral na semana passada, em uma decisão que ainda cabe recurso. Declararam voto em branco ou nulo 10% dos entrevistados e não souberam ou não responderam 9%.
Geraldo Julio (PSB) - 29%

Humberto Costa (PT) - 29%

Daniel Coelho (PSDB) - 12%

Mendonça Filho (DEM) - 9%

Edna Costa (PPL) - 1%

Roberto Numeriano (PRTB) - 1%

Jair Pedro (PSTU) - não pontuou

Em branco/nulo - 10%

Não sabe/não respondeu - 9%
Em relação à primeira pesquisa do Datafolha destas eleições, divulgada no dia 21 de julho, Geraldo subiu 22 pontos percentuais e Humberto caiu seis. Já o democrata despencou de 22% para 9%, permitindo que o tucano Daniel passasse à frente com 12% (contra os 8% apresentados na primeira sondagem).
Foram ouvidas 832 pessoas entre os dias 28 e 29 deste mês. O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) com o número 0008/2012.
REJEIÇÃO - Além de aparecer empatado com Humberto, a pesquisa aponta Geraldo com a menor rejeição dos entrevistados, 12%. Os mais rejeitados são Mendonça e Humberto, ambos com 29%. Em seguida, figura Edna Costa (26%), Jair Pedro (23%), Roberto Numeriano (19%) e Daniel Coelho (16%). Afirmaram votar em qualquer pessoa 5% e rejeitam todos 6%. Não souberam responder neste cenário 9%.
Humberto Costa (PT) - 29%

Mendonça (DEM) - 29%

Edna Costa (PPL) - 26%

Jair Pedro (PSTU) - 23%

Roberto Numeriano (PRTB) - 19%

Daniel Coelho (PSDB) - 16%

Geraldo Julio (PSB) - 12%

Votaria em qualquer um - 5%

Rejeita todos os candidatos - 6%

Não souberam responder - 9%

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Juiz concede liminar para tirar Lula e Eduardo do guia de Zé da Luz

Blog do Ronaldo Cesar 


O juiz eleitoral da comarca de Garanhuns, atendendo representação da coligação que apresenta Izaías Régis (PTB) como candidato a prefeito, concedeu liminar mandando retirar a voz do governador Eduardo Campos e do ex-presidente Lula do guia eleitoral de Zé da Luz (PHS), sob o argumento do presidente nacional do PSB, e o presidente de honra do PT,  não constarem entre os filiados a partidos que compõem sua coligação, conforme define a lei eleitoral. 

PSB e PT estão compondo com o PTB de Izaías, e mais outros partidos.

Dr. Glacidelson Antônio ainda não julgou o mérito, mas concedeu a liminar, proibindo a veiculação dos áudios, e aplicando uma pena de R$ 500,00 por cada descumprimento. O mérito deve ser julgado antes do final de semana.

A decisão vale também para a veiculação nos carros de som.

A questão é diferente da imagem, pois não há na lei a mesma atenção dada ao guia eleitoral, e consequentemente às participações, deixando uma brecha. Assim, o magistrado entendeu que houve a autorização tácita, ou seja, o governador poderia ter desautorizado e tomado medidas que impedissem a veiculação de sua imagem, porém não o fez. Quanto ao guia, a lei trata de forma diferente.

É o que trata o art. 54 da lei N° 9.504/97, clara ao informar quem pode e quem não pode participar de um guia eleitoral no rádio e televisão: 


Art. 54. Dos programas de rádio e televisão destinados à propaganda eleitoral gratuita de cada partido ou coligação poderá participar, em apoio aos candidatos desta ou daquele, qualquer cidadão não filiado a outra agremiação partidária ou a partido integrante de outra coligação, sendo vedada a participação de qualquer pessoa mediante remuneração.

No caso da imagem, a coligação de Izaías Régis recorreu ao TRE para reverter a decisão e retirar a imagem do governador e de Lula da propaganda de Zé da Luz.

Quanto ao guia, ainda teremos a decisão de dr. Glacidelson Antônio, mas pelo andar da carruagem, qualquer que seja, deve também acabar na mesa dos desembargadores.

Ex-fumantes contam suas fórmulas de sucesso para largar vício

Do NE10
O designer Cláudio Batista, 29 anos, já havia ensaiado largar o vício. Sem sucesso, como acontece com a maioria dos fumantes. Antes de mais uma tentativa, foi buscar na internet experiências bem-sucedidas como inspiração. Foi quando resolveu gravar vídeos registrando a luta contra o cigarro - uma automotivação e ainda um incentivo para os que passavam pela mesma situação. "Serviu como uma forma de me manter mais firme na vontade. Porque eu tinha como recorrer aos vídeos e me ver dizendo os motivos pelos quais resolvi parar de fumar", conta Cláudio.

As gravações não caíram na web por timidez do designer - apenas um ou dois amigos as assistiram e foram influenciados pela iniciativa positiva do rapaz. Mas a carteira de cigarro renovada diariamente no bolso dele por dez anos foi, enfim, aposentada. No Dia Nacional de Combate ao Fumo, celebrado nesta quarta-feira, o NE10 compartilha a saga de ex-fumantes como Cláudio e suas receitas para se verem livres da nicotina. 

NO GELO - Sônia Dantas fumou uma carteira de cigarro por dia dos 18 aos 28 anos. "Dei minha palavra de honra a mim mesma que não ia botar nem mais um cigarro na boca", rememora. O primeiro passo foi usar a "força da mente" para não cair em tentação. A funcionária pública abdicou por vários meses do cafezinho, associado instantaneamente ao prazer de fumar. E para suprir a ausência do cigarro sempre à boca, passou a chupar gelo. Em casa, na rua; até dentro do carro começou a deixar um isopor cheio para jamais ceder ao desejo. Há 37 anos, a fórmula não desanda.

CHÁ DE NICOTINA - Foi o filho de Marcos Soares quem levou a mandinga escutada na rua para dentro de casa. De um maço lacrado, pega três cigarros e tira o fumo. Derrama o conteúdo em três dedos de água. Deixa três dias curtindo e coa o líquido. Três horas após o almoço, tapa o nariz e bebe. "Fiquei com vontade de deixar de fumar porque meu filho é alérgico, meu cigarro o atrapalhava. Fiz essa loucura. Tive um desarranjo intestinal, a pressão baixou, a cabeça rodou, mas depois disso não tive mais vontade de fumar", garante o militar reformado. O tabaco o acompanhou da adolescência aos 45 anos. Hoje, aos 66, sente abuso e diz que o organismo não pede mais nicotina. "A força de vontade foi fundamental", aposta. 

APÓS A UTI - O consultor de empresas Pedro Jofilsan começou a fumar de brincadeira. Um vício burro, segundo o próprio, já que ele tinha mais de 30 anos de idade quando se rendeu aos prazeres da nicotina. Nas últimas duas décadas, visitas ao médico - algumas emergenciais - viraram rotina: problemas de circulação, respiratório, taxas alteradas. O alerta do perigo era constante. "Mas eu não queria parar. Gostava, achava prazeroso", assume. No auge do vício, chegava a fumar quatro carteiras de cigarro num dia. O estopim foi há cinco anos, quando passou mal enquanto lecionava uma aula na cidade de Arcoverde e veio direto para a UTI na capital. "Ao voltar pra casa, botei o joelho no chão e, como nunca tinha feito antes, pedi ajuda divina para parar de fumar", recorda. Abriu mão do café, do álcool em excesso e até da fritura. Regrou a vida, mas dedica à crença no transcendental o sucesso na maior empreitada de sua vida.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

CAMINHADA DEIXA IZAÍAS ANIMADO

Blog do Roberto Almeida


A caminhada realizada no centro de Garanhuns, no sábado pela manhã, em companhia do senador Armando Monteiro, deixou o deputado Izaías Régis ainda mais animado na sua luta para chegar à prefeitura. O candidato ficou satisfeito em especial com a receptividade dos comerciantes da cidade, quando visitou o Mercado 18 de Agosto, o Pop Shop e as lojas da Avenida Santo Antônio. "O senador saiu daqui muito feliz, devido a forma como fomos recebidos", informou o petebista.

O deputado confessa ter ficado particularmente emocionado quando entrou na Avenida Santo Antônio e percebeu populares acenando das calçadas e pessoas buzinando seus carros para manifestar apoio. "Foi lindo aquele momento", revelou.

Izaías chegou a fazer um desabafo, ao comentar o ato político do final de semana. "Meus adversários andaram espalhando o boato que eu ia derrubar o Pop Shop e o Mercado Público, eu conversei pessoalmente com cada comerciante e tive a oportunidade de negar isso. O que vou  fazer é uma ampla reforma nesses locais para dar dignidade aos que trabalham nesses locais", garantiu o candidato.

O representante do PTB também revelou ter pesquisas internas confirmando que o povo está assimilando a sua mensagem. Ele deixa claro que sua campanha é inteiramente propositiva, sem atacar ninguém, preocupado somente em diagnosticar os problemas do município e propor soluções. "A população está entendendo que temos condições de levar em frente as mudanças que Garanhuns precisa e quer aproveitar a chance que se apresenta de caminharmos juntos, com o apoio dos senadores, do governador e da presidenta da República", salientou o parlamentar.

Izaías entende que seus adversários merecem respeito, acredita numa eleição equilibrada, porém está confiante na vitória da coligação que reúne o PTB, o PT, o PSB, o PMDB, o PP e o PSDC. "Acredito que com a força de Deus e do povo chegarei lá para poder realizar um trabalho à altura do que Garanhuns merece", finalizou. (Na foto Izaías, Rosa, Armando e Silvio Costa Filho, no centro da cidade).

sábado, 25 de agosto de 2012

Clássico dos Clássicos cercado por estreias

Blog do Torcedor 

O domingo promete ser de fortes emoções no Recife e em todo o estado de Pernambuco. O motivo? A partida entre Sport e Náutico, na Ilha do Retiro, pela 19º rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Clássico dos Clássicos, como é conhecido o confronto, completou 103 anos de rivalidade neste ano. E para a partida deste fim de semana, alguns jogadores irão debutar no clássico.

O Blog do Torcedor fez um levantamento de quais são esses jogadores das duas equipes e perguntou para alguns deles os sentimentos e as expectativas que envolvem a partida.

Sport

Com muitos reforços vindo depois da disputa do Pernambucano, o Sport deverá vir para o clássico com seis estreantes. Cicinho, Diego Ivo, Renan Teixeira e Hugo estão praticamente certos na equipe do Leão. Os outros estreantes devem vir do ataque. O técnico Waldemar Lemos está na dúvida entre Felipe Azevedo, Gilsinho, Henrique e Magno Alves. Independente da escolha entre esses quatro, a dupla que entrar em campo será estreante no Clássico dos Clássicos.

Cicinho - Lateral-direito

Contratado com status de estrela, Cicinho ainda não se firmou no time titular do Sport. Ao todo foram seis jogos e nenhum gol. O lateral-direito só voltou a ter chances na equipe titular com o fim da passagem de Vágner Mancini pelo Leão e com a chegada de Waldemar Lemos ao comando. 

Diego Ivo - Zagueiro

Menos badalado que os outros zagueiros do Sport, Diego Ivo demorou para ter maior sequência com a camisa rubro-negra. Ao todo foram cinco jogos e nenhum gol pelo Leão. Renan é outro jogador que ainda não conseguiu se firmar no Sport. É claro que a fraca campanha do Leão na Série A e a constante busca por um time base não ajudaram o volante. Foram somente quatro jogos com a camisa rubro-negra. Nenhum gol foi marcado. "Sempre tem um gosto especial. Por ser o primeiro clássico a gente quer fazer algo especial", disse o volante.


Hugo - Meio de campo

Considerados um dos jogadores fundamentais para a criação do Sport, o meia Hugo ainda tenta mostrar o futebol que fez jus a sua contratação. Foram cinco jogos pelo Leão e nenhum gol.

Felipe Azevedo - Atacante


Peça certa na equipe do ex-técnico Vágner Mancini, Felipe Azevedo é o estreante em Clássico dos Clássicos que mais vestiu a camisa do Sport na Série A deste ano. Foram 17 partidas na elite do futebol brasileiro e três gols.

Gilsinho - Atacante

Possível novidade na equipe de Waldemar Lemos, o atacante Gilsinho é outro que debutará no Clássico dos Clássicos. Ao todo foram quatro partidas pelo Leão e nenhum gol marcado.

Henrique - Atacante


Contratado como uma das esperanças de gols, Henrique até começou bem no Sport. A má fase do Leão, porém, atrapalhou o desenvolvimento do futebol do jogador, que passou a ser figura rara no time titular. Henrique disputou apenas seis jogos pelo Rubro-negro marcando dois gols.

Magno Alves - Atacante


Mais famoso entre os atacante do Sport, Magno ainda não mostrou o futebol que o deixou famoso com a camisa do Fluminense. Ao todo, foram apenas quatro jogos e nenhum gol anotado.

Náutico


Assim como o Sport, o time alvirrubro vem para o clássico com um bom número de estreantes. Só entre os possíveis titulares serão seis jogadores: Patric, Jean Rolt, Douglas Santos, Martinez, Rhayner e Araújo. Ou seja, assim que o árbitro apitar o início do jogo, mais da metade do time do Náutico irá para seu primeiro clássico.

Patric - Lateral-direito 

Lateral-direito com passagem pelas categorias de base da seleção brasileira, Patric estreou fazendo gols. Mais ofensivo do que o concorrente Alessandro, virou peça carimbada de Gallo. Volta de lesão.

Jean Rolt - Zagueiro

Chegou ao clube sob o olhar desconfiado dos torcedores. Demorou quase um mês para estrear e, quando jogou, não fez feio. Corre atrás da titulariedade definitiva.

Douglas Santos - Lateral-esquerdo

Oriundo das categorias de base alvirrubra, assumiu a titularidade somente neste ano. E desbancou nada menos que o experiente lateral-esquerdo Lúcio. É o xodó de Gallo. No entanto, caso o comandante alvirrubro opte por Lúcio, também será uma estreia.

Martinez - Volante

Peça chave do meio-campo, Martinez dá o toque de categoria do Timbu. Capitão do time, tem na precisão dos passes e na finalização as suas principais armas. Aposta da diretoria, o meia-atacante já se tornou um dos principais jogadores da equipe. Com arrancadas que deixam os zagueiros para trás, Rhayner está em busca agora do seu primeiro gol com a camisa do Timbu. E um dos jogadores que pode desequilibrar no clássico. "É o primeiro classico da minha carreira. Classico é classico, mas é um jogo comum como qualquer outro. Temos que buscar a vitória e fazer os gols", afirmou.

Araújo - Atacante

Esquecido no Fluminense, Araújo chegou fazendo gols no Náutico. Ao todo, já foram seis gols (divide com Kieza a artilharia do clube). Com a chegada de Kieza, virou peça fundamental também na armação de jogadas ofensivas. A dupla de atacante soma mais da metade dos gols do Timbu no Brasileirão.

Um apito conhecido das duas torcidas - Sandro Meira Ricci

Foto: Guga Matos/JC Imagem

Se em ambos os lados temos seis estreantes em Clássico dos Clássicos, no apito temos um velho conhecido das torcidas de Náutico e Sport. Trata-se do árbitro Fifa Sandro Meira Ricci, que já comandou dois duelos entre alvirrubros e rubro-negros somente neste ano. Por coincidência, o 0x0 foi o placar dos dois jogos apitados por Ricci. O primeiro deles aconteceu nos Aflitos pela primeira fase do estadual, enquanto que o segundo aconteceu na Ilha do Retiro pela semifinal da mesma competição.

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

ELEIÇÃO COM RESULTADO IMPREVISÍVEL

Roberto Almeida


O resultado da eleição de prefeito de Garanhuns ainda é imprevisível. Como ocorreu em 1996, quando Silvino virou em cima de Ivo, e em 2004, quando Luiz Carlos derrotou Bartolomeu Quidute na reta final, o pleito deste ano só deverá ser definido em meados de setembro.

Caso Silvino fique habilitado a disputar a eleição teremos três candidatos fortes. O próprio tucano, Izaías Régis (PTB) e Zé da Luz (PHS).

Izaías tem o apoio dos principais partidos políticos de Pernambuco e do Brasil, maior tempo no Guia Eleitoral e é aliado do governador Eduardo Campos, do senador Armando Monteiro e do ex-presidente Lula. No momento, parece ser o favorito junto aos formadores de opinião da cidade.

Da mesma forma Zé da Luz está sintonizado com o Palácio das Princesas e o governo federal. O ex-prefeito de Caetés não tem a mesma estrutura de campanha dos seus adversários, mas tem um poder de penetração na periferia que está deixando impressionados seus opositores.

Silvino está junto com o prefeito Luiz Carlos, que indicou seu vice, Marcelo Marçal, mas prefere bater na tecla que importante mesmo é ter apoio popular. Faz campanha focando exclusivamente a questão municipal e disse no seu primeiro programa eleitoral que na sua gestão realizou mais de 500 obras na cidade.

Esta será uma disputa empolgante, muito diferente daquela de quatro anos atrás, que não teve a menor graça. Luiz Carlos obteve mais de 33 mil votos contra menos de 20 mil do segundo colocado, que foi Zé da Luz.

Em 2012, pelo andar da carruagem, quem tiver 25 mil votos poderá ser o prefeito e se ficar como está agora o vencedor terá uma estreita margem de votos à frente do segundo lugar.

Quanto a Paulo Camelo (PSOL) é mais uma vez coadjuvante. É um político honesto, tem algumas boas propostas, mas não consegue agregar e todo mundo sabe que na política o grupo muitas vezes faz toda a diferença.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

NE10 realiza debate inédito com os prefeituráveis do Recife

Do NE10
Daniel Coelho (PSDB), Geraldo Julio (PSB), Humberto Costa (PT) e Mendonça Filho (DEM). Os quatro candidatos a prefeito do Recife mais bem avaliados nas pesquisas de intenção de voto estarão frente a frente no primeiro debate exclusivo na web promovido pelo NE10 - Portal do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. O encontro será nesta quinta-feira (23), das 15h às 17h, com transmissão ao vivo.
Além de assistir, o internauta pode participar postando comentários na página de transmissão do debate, que estará integrada com as redes sociais (Twitter,Facebook e Instagram), usando a hashtag #debatene10. Por respeito aos candidatos, não serão aceitas agressões verbais de cunho pessoal, que digam respeito à vida privada – pregressa ou atual – do candidato e/ou familiares, bem como palavras de baixo calão. Esses comentários serão excluídos da página. O debate será realizado em um dos estúdios da TV Jornal, no Bairro de Santo Amaro, e também terá transmissão do UOL. O embate estará ainda disponível nas plataformas móveis. Com smartphones ou tablets, os internautas poderão acompanhar, ao vivo, de qualquer lugar. O chargista do Jornal do Commercio Miguel Falcão também estará mostrando a performance dos candidatos, ao vivo, através dos seus desenhos.
Mediado pela jornalista Inês Calado, o debate terá três blocos. No primeiro, candidato pergunta a candidato. No segundo, será a vez das perguntas dos internautas. Foram enviados mais de cem questionamentos, postados na fanpage do portal e também por e-mail. Uma equipe do NE10 escolheu apenas quatro perguntas, com temas relevantes da cidade, que serão sorteadas ao vivo. Cada candidato irá responder um questionamento.
No último bloco, os prefeituráveis respondem a perguntas dos jornalistas do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (Jamildo Melo, do Blog de Jamildo; Sérgio Montenegro Filho, do Jornal do Commercio; Antônio Martins, da TV Jornal; e Mário Neto, da Rádio JC/CBN Recife). 

A expectativa dos candidatos para o #debatene10

» Daniel Coelho (PSDB)
"Interessante que se tenha vários veículos para debates. O portal é um espaço a mais. O público da internet é importante pois busca as informações, não espera que cheguem até eles. É mais antenado e ativo. Tanto que tenho feito uma candidatura muito voltada para esse meio"

» Geraldo Julio (PSB)
"Nossa expectativa é bastante positiva. Vamos utilizar o espaço aberto pelo NE10 para apresentar nossas ideias para o Recife. Propor soluções para os problemas da cidade em várias áreas como saúde, educação e segurança. Estamos preparados para confrontar ideias, sem críticas pessoais, ofensas e baixarias"

» Humberto Costa (PT)
"A iniciativa é boa e muito importante porque o portal está começando um novo estilo de fazer debate. Nele, os candidatos vão poder mostrar o que pensam para a cidade e apresentar a forma que vão governar o Recife"

» Mendonça Filho (DEM)
"O debate ressalta a importância do veículo internet para as pessoas. Ela se constitui em uma mídia a mais para debater as propostas para a cidade"

O superintendente do SJCC, Rodolfo Tourinho, ressalta que a iniciativa é bastante democrática. "Hoje a internet tem uma força muito grande, e, como temos o maior portal do Norte/Nordeste, promover esse debate online se torna um processo fundamental da democracia, pois a discussão precisa chegar a todos."

Para Benira Maia, editora do NE10, o grande trunfo do debate na web é a participação dos internautas na nossa página especial e nas redes sociais. "Faremos um debate rico e democrático, apostando em vários formatos: além do vídeo ao vivo, teremos o minuto a minuto, fotos e até mesmo charges. Será imperdível". Esse será o primeiro de muitos debates que o NE10 promoverá ao longo das campanhas políticas que estão por vir, garante a editora. 

NÚMEROS - Maior portal de comunicação do Norte/Nordeste, o NE10 tem audiência média mensal de 50 milhões de páginas vistas e 8 milhões de visitantes únicos.

É um dos pioneiros da internet brasileira e soma 15 anos de vida. Parceiro do UOL desde sua criação, tem larga experiência em transmissões online e em tempo real, a exemplo do debate presidencial nas eleições de 2010 realizado pela TV Jornal. 

Nesta quinta-feira (23), o portal vai contar com toda estrutura de engenharia da TV Jornal e de streaming do UOL, além de servidores e tecnologia de redundância para garantir a excelência na transmissão.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

CANDIDATURA DE SILVINO SOFRE NOVA DERROTA


Blog de Roberto Almeida

A candidatura de Silvino Duarte à prefeitura de Garanhuns está ficando mais difícil. O procurador regional eleitoral do TRE, Antônio Edílio Magalhães Teixeira, deu parecer contrário ao recurso do tucano contra a decisão do juiz Glacidelson Antônio da Silva. A análise agora fica a cargo do desembargador Luiz Alberto Gurgel de Faria. Se tudo der errado no Tribunal de Pernambuco o representante do PSDB ainda pode recorrer a Brasília. Mas os caminhos vão se estreitando. O parecer do procurador contra Silvino foi publicado pelo TRE às 12h e 4 minutos desta segunda-feira. 

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

''Perdão'' de multa leve gera polêmica


JORNAL DO COMMERCIO

A decisão do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), autoridade máxima quando o assunto é trânsito no País, de permitir que infrações leves e médias sejam transformadas em advertência - uma espécie de “bronca” por escrito - no lugar de gerarem multa em dinheiro, ainda nem começou a valer, mas já está gerando polêmica. Principalmente porque, entre elas, está o ato de dirigir falando ao celular, uma das infrações mais praticadas e perigosas, perdendo apenas para o consumo de álcool, drogas e o sono. Em Pernambuco, somente em 2011 foram aplicadas 31.261 multas do tipo. Este ano, até o mês de maio, eram 15.270 infrações.

Na verdade, o abrandamento estava previsto desde 1998, no Artigo 267 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), mas não era praticado porque não havia regulamentação. Os motoristas que tentavam fazer uso dele recebiam sempre uma negativa dos órgãos de trânsito. Tudo mudou na semana passada, depois que o Contran publicou a Resolução 404, regulamentando o Artigo 267, que instituía a penalidade de advertência por escrito para aqueles condutores sem antecedentes. Ou seja, que não foram flagrados cometendo a mesma infração nos 12 meses anteriores. A Resolução 404 está prevista para entrar em vigor em janeiro de 2013. 

A decisão do Contran criou expectativa entre motoristas e órgãos de trânsito. De um lado, condutores achando que a partir do próximo ano vão derrubar as multas leves e médias do CTB (66 leves e 24 médias). Do outro, profissionais do trânsito esperando o aumento na demanda de recursos administrativos. Presidente do Conselho Estadual de Trânsito de Pernambuco (Cetran-PE), Simíramis Queiroz lembra que o bom senso da autoridade de trânsito deverá prevalecer. No caso do condutor infrator, é preciso lembrá-lo que a conversão de multa em advertência vai depender do histórico do motorista.

“Não vou me colocar contra porque lei é lei e estamos aqui para cumprí-la. Até porque a resolução do Contran veio apenas regulamentar algo que já era previsto no CTB há mais de 14 anos. Agora, a decisão é da autoridade de trânsito, de acordo com a análise do prontuário de cada condutor. O Artigo 267 nos dá essa prerrogativa. Não é só o condutor chegar e pedir para que a multa seja convertida em advertência. É preciso o bom senso para dar o benefício ao motorista que merece, aquele que tem uma história de bom desempenho ao volante e, por um descuido, cometeu aquela infração leve ou média”, argumenta Simíramis Queiroz.

A opinião da presidente do Cetran-PE é a mesma do diretor de Fiscalização do Detran-PE, Sérgio Lins. “Nossa determinação é para que os agentes de trânsito continuem notificando os condutores do mesmo jeito. Caberá ao motorista recorrer ao Detran e se submeter à avaliação do órgão. Afinal, os agentes não têm como saber quais condutores possuem um prontuário bom ou ruim”, explica Lins.

A conversão terá que ser solicitada pelo condutor multado, vale ressaltar. Entre as infrações que poderão ser atingidas e mais geram polêmica estão o uso do celular (seja para falar ou enviar mensagens) e o estacionamento irregular, inclusive em calçadas. O abrandamento, por coincidência, foi regulamentado pelo Contran dias depois de a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), entidade que congrega os médicos do trânsito e discute as regras de segurança para se dirigir no País, lançar campanha nacional alertando sobre os perigos do uso do celular ao volante. A campanha foi focada no envio de SMS, que tem crescido bastante com a disseminação dos smartphones. 

Segundo a Abramet, desviar a atenção do trânsito para mandar SMS de celular estando ao volante é a mesma coisa que dirigir às cegas. O condutor que envia SMS enquanto dirige aumenta em 23 vezes as chances de provocar acidente.

Guia eleitoral leva a disputa para “fase decisiva”

NE10

A partir da próxima terça-feira (21), entra em cena o grande pop-star das campanhas: o programa eleitoral gratuito de rádio e TV. Principal instrumento de propaganda utilizado pelos candidatos, o guia eleitoral invadirá as casas dos brasileiros no horário nobre durante quarenta dias, podendo se prolongar por mais quatorze, no caso de segundo turno. Embora cumpra o papel de vedete, o guia mantém uma relação de amor e ódio com os espectadores há anos. Não é raro encontrar quem se queixe da “baixaria” na telinha e, sobretudo, no rádio, onde o confronto costuma ser ainda mais acirrado.

A ideia de reservar um espaço gratuito nos meios de comunicação para a campanha partiu de um deputado federal pernambucano, Osvaldo Lima Filho (MDB), em 1962. No início, o guia era feito ao vivo, sem imagens gráficas ou trucagens. Apenas um microfone aberto para o candidato expor suas propostas. Durante o regime de exceção, as restrições – impostas pela Lei Falcão – tornaram os programas ainda mais restritivos. Quem tem mais de 40 anos de idade deve lembrar das fotos em preto e branco, exibidas enquanto um locutor lia um texto sobre de apresentação do candidato, previamente aprovado pela censura.

Com a redemocratização, o guia ganhou um formato mais atrativo, com o reforço da computação gráfica e das imagens externas. Em contrapartida, tornou-se excludente, contribuindo para identificar candidatos ricos e pobres pelos contrastes entre caríssimas produções tecnológicas e programas toscos, quase artesanais. Foi a partir de 1985 também que o guia substituiu os tradicionais comícios em praça pública, hoje praticamente extintos. O palanque eletrônico elevou a enésima potência o alcance dos candidatos, embora exigindo custos bem mais altos.

Ao completar meio século de existência, o atual formato é alvo de críticas por parte de especialistas. Sobretudo os dois grandes blocos de meia hora cada, veiculados à tarde e à noite. Um dos principais profissionais da área, Antônio Lavareda tem defendido o fim desses blocos e a distribuição do seu tempo ao longo do dia, aumentando o número das inserções – com 30 segundos de duração cada – que são veiculadas nos intervalos da programação normal do rádio e TV. Esses “foguetes”, segundo ele, atingem bem mais o eleitor desinteressado, aquele que não está engajado na campanha, enquanto os blocos de meia hora só prendem a atenção dos eleitores mais envolvidos, que já têm identidade com algum dos candidatos. “Esses programas mudam pouco as intenções de voto. São uma reminiscência do período anterior à redemocratização, cada vez menos úteis, menos vistos e mais caros”, diz Lavareda.

Em relação aos cursos, aliás, vale ressaltar: as campanhas mais estruturadas preferem não informar a previsão de gastos com a produção, o que foi notado na coleta de informações para esta reportagem.

domingo, 19 de agosto de 2012

Sport produz pouco e perde para o Fluminense por 1x0

Do NE10
O giro do Sport pelo Rio de Janeiro acabou em fiasco. Depois de perder para o Botafogo no meio da semana, o Leão caiu frente ao Fluminense, em Volta Redonda, por 1x0 em jogo com pouquíssima produção ofensiva do time pernambucano. O resultado pode fazer os rubro-negros (14 pontos) caírem na classificação, já que o Atlético-GO, com 12 pontos, enfrenta o Palmeiras neste domingo. Os cariocas agora têm os mesmos 39 pontos do líder Atlético Mineiro, que recebe o Botafogo.

O Sport adotou o mesmo princípio do jogo contra o Botafogo: marcar forte no meio de campo e movimentar seus homens da frente para tentar surpreender. E foi numa surpresa que surgiu o melhor momento. Aos seis minutos, William Rocha lançou Rithely, que apareceu no setor ofensivo. Ele deu um leve toque na saída de Diego Cavalieri mas a bola saiu rente à trave esquerda.

Com muita gente atrás da linha da bola, inclusive Magno Alves, o Sport teve dificuldade de coordenar a transição do setor defensivo para o ofensivo. Entenda-se por erros de passes. O Fluminense, por sua vez, tinha Thiago Neves muito parado e por isso presa fácil da marcação. A bola ia e voltava de um campo a outro com muita velocidade e pouca qualidade.

Quando o time da casa acertou chegou bem perto do gol de Magrão. Samuel recuou para trabalhar como pivô e serviu Wagner. Ele entrou na área e chutou na saída de Magrão, mas a bola passou raspando a trave esquerda. Aos poucos, o recuo do Sport tornou-se exagerado ao ponto de criar-se um abismo entre defesa e ataque, já que Naldinho e Tobi posicionavam-se quase na linha dos zagueiros.

Com mais campo para atuar, o tricolor carioca teve mais posse de bola e volume de jogo. Só não levou mais perigo porque o lateral-direito Cicinho resolveu aparecer em todos os setores da defesa para impedir as finalizações dos atacantes cariocas. Teve direito até a levar bolada na barriga em cobrança de falta. Nos últimos cinco minutos da primeira etapa, a pressão foi grande e o time da Ilha ainda colaborou cometendo diversas faltas próximas da grande área.

O segundo tempo começou com uma cochilada do melhor jogador do Sport na etapa anterior: Cicinho. Diguinho lançou Thiago Neves, mas a bola ficou a mercê do rubro-negro, que não cortou para escanteio nem pôs o corpo entre a bola e o adversário. O camisa 10 do Fluminense cruzou e Rafael Sóbis cabeceou para baixo. Magrão esticou o pé direito e salvou o Sport.

Quando o capitão leonino foi batido, seus companheiros estavam atentos para ajudar. Aos dez minutos foi a vez de Thiago Neves receber do lado direito da área. O goleiro do Sport saiu e o jogador do Flu tocou rasteiro. Diego Ivo apareceu para mandar a escanteio quando a bola se encaminhava para o gol. Dois minutos antes o Sport fez sua primeira investida, novamente com Rithely. Ele recebeu de Magno Alves mas chutou rasteiro, facilitando a vida de Diego Cavalieri.

Somente após os 15 minutos o Sport melhorou sua marcação, principalmente do lado direito do campo. O Fluminense optou por alçar bolas na área de longe mas sem grande efeito. Só veio conseguir levar perigo aos 33 minutos quando Thiago Neves bateu falta e Gum desviou para nova grande defesa de Magrão. A situação ganhou contornos de drama no minuto seguinte. Tobi fez falta feia em Thiago Neves e foi expulso.

O camisa 5 fazia justamente a função de lateral-direito, pois Cicinho, cansado, dera lugar a Marquinhos Gabriel. Para os dez minutos finais, o leão tinha uma formação ofensiva e as três alterações 'queimadas'. O resultado não tardou. Aos 37, Carlinhos fugiu pelo setor descoberto, o direito, e cruzou. Samuel se antecipou com um leve toque, suficiente para desviar no canto esquerdo. Com um jogador a menos e desarticulado o Sport até tentou pressionar nos minutos finais mas tropeçou nas próprias pernas.

Ficha do jogo:

Fluminense: Diego Cavalieri; Wallace (Diguinho), Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Valencia (Higor), Jean, Wagner e Thiago Neves; Rafael Sobis (Michael) e Samuel. Técnico: Abel Braga.

Sport: Magrão; Cicinho, Ailson (Bruno Aguiar), Diego Ivo e William Rocha; Tobi, Naldinho (Renan Teixeira), Rithely e Hugo; Felipe Azevedo e Magno Alves. Técnico: Gustavo Bueno (interino).

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS). Assistentes: Tatiana de Freitas (Fifa-RS) e Rafael Alves (RS). Gol: Samuel, aos 37 do segundo tempo. Cartões amarelos: Leandro Euzébio, Bruno Aguiar e Ailson. Expulsão: Tobi.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Daniel e Geraldo comemoram nova pesquisa Ibope. Humberto e Mendonça silenciam

Blog do Jamildo


O candidato a prefeito do Recife pelo PSDB, Daniel Coelho, aprovou o resultado da nova pesquisa do Ibope - feita em parceria com a TV Globo e a Folha de Pernambuco -, divulgada nesta quinta-feira (16), na qual aparece com 10% das intenções de voto, em quarto lugar. "Sentimos este crescimento na rua. E a pesquisa não mostra dados qualitativos que temos e mostram o respeito das pessoas pelas nossas propostas", destacou.
O tucano ainda criticou as afirmações de que a eleição será resolvida no primeiro turno. "É um delírio isto. Nenhum candidato tem condições de ganhar no primeiro turno", opinou, recusando-se em seguida a dizer com quem prefere disputar o segundo turno. O postulante avaliou que apenas 15 dias após o início do gui eleitoral - no dia 21 - pode ser feita uma análise mais clara do cenário eleitoral da capital pernambucana.

Para Geraldo Julio (PSB), que também subiu no ranking - quatro pontos percentuais, atingindo 16% das intenção, o que representa um empate com Mendonça Filho (DEM) no segundo lugar -, "os números vão mostrando nosso crescimento contínuo na campanha". O socialista se comunicou por meio da assessoria de imprensa, que exaltou o fato de Geraldo ter sido o único que pontou além da margem de erro.

Humberto Costa (PT) - que lidera a pesquisa, mas caiu três pontos percentuais, ou seja, dentro da margem de erro - e Mendonça Filho - que também desceu três pontos - não comentaram a pesquisa.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Hebe é internada em São Paulo


NE10
Hebe Camargo voltou a ser internada na tarde desta quarta (15), no Hospital Albert Einstein. Segundo uma fonte, a apresentadora estaria bem debilitada e por isso foi internada. Já uma pessoa próxima à apresentadora disse que o motivo seria exames agendados. Hebe foi internada há um mês, quando foi fazer exames e ficou por três dias no hospital. Ela está afastada do programa desde então.

INTERNAÇÃO Hebe volta a ser internada em São Paulo

Botafogo 2 x 0 Sport - Leão segue sem vencer no Brasileirão

Foto: Anderson Malagutti

Blog do Torcedor 


Ainda não foi desta vez que o Sport quebrou a sequência de maus resultados no Brasileirão 2012. Ao ser derrotado pelo Botafogo, por 2x0, no estádio Engenhão, no Rio de Janeiro, o Leão aumenta seu jejum de vitórias. Agora, são oito jogos sem comemorar um triunfo. E para piorar, a equipe ingressa na zona de rebaixamento da competição.Com 14 pontos, o Sport está na 18ª posição. A situação pode ficar ainda mais complicada no complemento da rodada. Se o Figueirense vencer o Santos, no estádio Orlando Scarpelli, nesta quinta-feira, o Leão cai para a penúltima colocação. Já o time carioca, com a vitória, chega aos 27 pontos, ficando na sexta colocação. 

A situação do Sport na tabela é preocupante. Até porque a diretoria ainda não fechou a contratação de um treinador para substituir Vágner Mancini, que foi demitido após a derrota para o Figueirense, na rodada passada. O Leão volta a campo no próximo sábado, contra o Fluminense, no Rio de Janeiro. Se sofrer mais um revés, a situação ficará ainda mais desesperadora. 
O Jogo
O Sport começou melhor a partida. A equipe, que foi comandada interinamente pelo assistente Gustavo Bueno, entrou em campo com três volantes (Tóbi, Rithelly e Naldinho) para dificultar as ações do Botafogo. O meia Hugo teve liberdade para encostar na dupla de ataque Felipe Azevedo e Marquinhos. A tática defensiva deu certo. O Botafogo não conseguiu 
articular as jogadas. Finalizou muito pouco, dando pouco trabalho ao goleiro Magrão. 

O Sport só começou a ficar mais solto a partir dos 20 minutos. Mas faltou mais qualidade na hora de puxar os contra-ataques. Mesmo assim, o time rubro-negro criou alguns lances perigosos. Aos 28, Hugo fez boa jogada e chuta forte. A bola passou perto do gol. 

Quatro minutos depois, o mesmo Hugo, de cabeça, conseguiu balançar as redes. Mas o árbitro anulou, assinalando impedimento de Felipe Azevedo, que fez o cruzamento para Hugo fazer o gol. Confira o lance no vídeo abaixo produzido pelo repórter Anderson Malagutti, que esteve no estádio Engenhão. Dá para observar que o atacante recebeu a bola em posição irregular:
Antes do final do primeiro tempo, aos 43, Rithelly ainda arriscou um belo chute, dando um susto em Jéfferson. 

No segundo tempo, o panorama continuou o mesmo. O Botafogo, pressionado pela torcida, foi para cima, mas sem o menor cuidado defensivo. Logo aos oito minutos, o primeiro lance de perigo do Sport. Felipe Azevedo dominou a bola no meio de campo, arrancou em velocidade, invadiu a área e chutou forte. Jéferson fez grande defesa. 

O time rubro-negro continuou bem defensivamente. O problema é que não soube aproveitar os espaços deixados pelo rival. O Botafogo não esteve bem em campo. Tanto que estava sendo vaiado pela torcida até abrir o placar, aos 21 minutos. Após cruzamento da direita, Bruno Aguiar cortou, mas a bola sobrou para Elkeson, que matou no peito e chutou no canto direito de Magrão.

O cenário da partida mudou. O Botafogo passou a ter apoio do torcedor.  Enquanto isso, o Sport se perdeu em campo. O time rubro-negro não conseguiu marcar o adversário, muito menos fazer uma troca de passe certa. O Botafogo aproveitou para ampliar o placar. 

Aos 31 minutos, Rivaldo tentou sair da defesa, errou o passe e deu a bola no pé de Seedorf. O holandês avançou, invadiu a área e chutou rasteiro, nas redes do goleiro Magrão. O Botafogo ainda perdeu uma chance clara de gol nos minutos finais da partida, com Elkeson. Mas o placar ficou inalterado. 
Ficha técnica
Botafogo: Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Lima; Renato (Rafael Marques), Jadson, Andrezinho, Seedorf (Gabriel) e Felipe Gabriel (Cidinho); Elkeson. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Sport:  Magrão; Moacir, Aílson, Diego Ivo (Bruno Aguiar) e Rivaldo; Tobi, Rithelly, Naldinho (Renan) e Hugo (Gilberto); Marquinhos Gabriel e Felipe Azevedo. Técnico: Gustavo Bueno.

Local: Engenhão, Rio de Janeiro. Árbitro: Antônio Rogério Batista do Padro. Auxiliares: Carlos Nogueira Júnior e Bruno Salgado Rizo.
Gols: Elkeson, aos 21 minutos, e Seedorf, aos 31 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos: Moacir e Naldinho. Renda: R$ 69.235. Público: 4.094.

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Polícia investiga caso de bebê que deu entrada em hospital de Garanhuns com 8 hematomas

Do NE10


A polícia de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, está investigando o caso de um bebê de um ano e meio que deu entrada na noite dessa segunda-feira (13) no Hospital Dom Moura com vários hematomas em todo o corpo. A criança, que não teve o nome divulgado pela polícia, continua internada nesta terça-feira (14) no hospital.
Segundo a polícia, o médico que atendeu a criança suspeitou que ela tinha sido espancada já que foram encontrados oito hematomas em todo o corpo. Ainda de acordo com a polícia, quem levou a criança até o hospital foi a mãe, uma menor de 17 anos. Ela teria contado no hospital que tinha deixado bebê com o namorado, com quem se relaciona há três meses, para ir até a padaria ao voltar observou que o filho estava machucado e por isso o levou até o hospital. A polícia ainda não sabe o endereço do rapaz, por isso não o localizou ainda.
O caso está sendo investigado na 2ª delegacia de Garanhuns. A mãe da criança vai prestar depoimento, acompanhada da avó do bebê, ainda nesta terça-feira. Segundo o Hospital Dom Moura, o bebê permanecerá internato pelo menos 30 dias já que precisará ser imobilizado por alguns dias, mas não corre risco de morte.