quarta-feira, 30 de março de 2016

Moro pede desculpas ao STF por polêmica de grampo e nega que divulgação teve finalidade política

O juiz federal Sérgio Moro, da 3ª Vara Criminal de Curitiba, durante sessão em São Paulo (SP), nesta terça-feira (29)

MSN

O juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em Curitiba, afirmou nesta terça-feira ao Supremo Tribunal Federal (STF) que não tomou uma decisão para gerar "fato político-partidário" ao suspender o sigilo dos grampos em que o ex-presidente Lula foi flagrado em aparente tentativa de obstrução da justiça.
Lula é alvo de processo relacionado ao petrolão por suspeitas de ter recebido benesses de empreiteiras investigadas na Lava Jato e ocultado patrimônio recebido dessas empresas. Na manifestação de Moro, encaminhada ao ministro Teori Zavascki, o magistrado admitiu que pode ter errado ao dar publicidade aos grampos, pediu desculpas e disse que "jamais foi a intenção desse julgador (...) provocar polêmicas, conflitos ou provocar constrangimentos".
"Compreendo que o entendimento então adotado possa ser considerado incorreto, ou mesmo sendo correto, possa ter trazido polêmicas e constrangimentos desnecessários. Jamais foi a intenção desse julgador provocar tais efeitos e, por eles, solicito desde logo respeitosas escusas a este Egrégio Supremo Tribunal Federal", afirmou. Ainda assim, ele defendeu a a decisão de dar publicidade das conversas de Lula e disse que, por haver indícios de que o petista atuava para obstruir as investigações, não se pode falar em "direito à intimidade".
"O levantamento do sigilo não teve por objetivo gerar fato político-partidário, polêmicas ou conflitos, algo estranho à função jurisdicional, mas, atendendo ao requerimento do Ministério Público Federal, dar publicidade ao processo e especialmente a condutas relevantes do ponto de vista jurídico e criminal do investigado do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva que podem eventualmente caracterizar obstrução à Justiça ou tentativas de obstrução à Justiça", disse.
Na avaliação de Sergio Moro, diversas conversas de Lula monitoradas com autorização judicial, entre as quais com políticos do PT e com a própria presidente Dilma Rousseff, têm "conteúdo jurídico-criminal relevante" porque revelam "condutas ou tentativas de obstrução ou de intimidação da Justiça ou mesmo solicitações para influenciar indevidamente magistrados, sendo também colhidos diálogos relevantes para o objeto da investigação em curso".
Na conversa em que Dilma afirma a Lula para usar o termo de posse de ministro da Casa Civil "em caso de necessidade", Moro disse que o tema é relevante para a tese de que o ex-presidente poderia obstruir a justiça ao adquirir foro privilegiado. "Se o referido diálogo não tinha conteúdo jurídico-criminal relevante para a Exma. Sra. Presidenta da República, então não havia causa para, em 16/03, determinar a competência do Supremo Tribunal Federal, o que só ocorreria com a posse do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva no cargo de Ministro Chefe da Casa Civil, então marcada para 22/03/2016, depois antecipada para 17/03/2016", argumentou o juiz da Lava Jato.
Segundo Moro, não há indicativos, em princípio, de que a própria presidente Dilma tenha atuado para influenciar, intimidar ou obstruir a Justiça e, por isso, o simples fato de ela aparecer nas conversas grampeadas não exige que o caso seja remetido de pronto ao STF. "Pela relevância desse diálogo para o investigado, não há falar em direito da privacidade a ser resguardado, já que ele é relevante jurídico-criminalmente para o ex-Presidente", afirmou.
Em outro dos grampos, em que Lula conversa com o prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes (PMDB), o entendimento de Moro é o de que o diálogo é importante porque o peemedebista fala abertamente do sítio de Atibaia como sendo do ex-presidente. O imóvel foi reformado pelas empreiteiras OAS e Odebrecht e pelo pecuarista José Carlos Bumlai, segundo o Ministério Público, para o ex-presidente, que teria usado interpostas pessoas a fim de ocultar ser o real dono da propriedade.
Ao defender os grampos e a decisão de torná-los públicos, o juiz também destaca que autoridades com foro privilegiado, como a própria presidente Dilma Rousseff, não são alvo de investigação na Lava Jato, mas aparecem nos monitoramentos porque conversaram com Lula, o real investigado. No documento enviado a Teori Zavascki, Moro detalha a atuação do petista para obstruir a justiça em diversas conversas monitoradas e cita uma em especial: a que Lula diz que os responsáveis pelos processos relacionados ao petrolão "têm que ter medo". "Não se trata de uma afirmação que não gere naturais receios aos responsáveis pelos processos atinentes ao esquema criminoso da Petrobras", disse.
"Entendeu este Juízo que, nesse contexto, o pedido do MPF de levantamento do sigilo do processo se justificava exatamente para prevenir novas condutas do ex-Presidente para obstruir a Justiça, influenciar indevidamente magistrados ou intimidar os responsáveis pelos processos atinentes ao esquema criminoso da Petrobras. O propósito não foi, portanto, político-partidário, mas sim, além do cumprimento das normas constitucionais da publicidade dos processos e da atividade da Administração Públicas, prevenir obstruções ao funcionamento da Justiça e à integridade do sistema judicial frente a interferências indevidas", explicou Sergio Moro.

Garanhuns realiza VI Semana do Autismo


O município de Garanhuns, no interior de Pernambuco, está realizando a 6ª edição da Semana do Autismo. O tema da mobilização, neste ano, que acontece entre os dias 28 de março e 3 de abril, é “Conhecer para compreender”. O objetivo das ações é levar a população a conhecer mais sobre a criança e pessoa autista e discutir o assunto para conscientizar o máximo de pessoas possíveis sobre a atenção ao assunto.

Desde ontem (28), diversas palestras estão sendo ministradas em escolas municipais e outras instituições de Garanhuns e cidades vizinhas. A programação de palestra segue até a próxima quinta-feira (31). No dia 1° de abril, acontecerá a 3ª caminhada de conscientização em relação ao tema. A concentração será às 9h, no Parque Euclides Dourado, e o trajeto segue pelas principais avenidas da cidade até o Espaço Colunata, no Centro. Ainda no Espaço Colunata, no dia 2 de abril, será realizada uma mobilização, com exposição de banners e entrega de panfletos informativos.

Encerrando a programação da Semana do Autismo, no dia 3 de abril, será realizado um dia de diversão para crianças autistas e seus familiares, com brincadeiras e acomodações sensoriais. Nesse dia, as atividades serão realizadas em duas etapas. A primeira turma contará com atividades pela manhã e outra no período da tarde. Aproximadamente 50 crianças irão participar dessas atividades, que acontecerão no Espaço Educativo, na avenida Agamenon Magalhães. As crianças poderão se divertir também com pula-pula, cama elástica e piscina de bolinhas, por exemplo. As inscrições foram preenchidas previamente.

A coordenadora da campanha em Garanhuns, Rennata Amorim, é mãe de uma criança autista e fala sobre a importância da mobilização para o município. “A realização dessa campanha todos os anos em Garanhuns é de suma importância, na qual pode contar também com a participação de cidades vizinhas, para entender a real necessidade de conscientização da sociedade a respeito do autismo, pois quanto maior o conhecimento, menor é o preconceito. O conhecimento combate o preconceito”, comentou a coordenadora.

Diagnóstico – O autismo afeta diretamente a capacidade de se comunicar, o comportamento e a socialização. O diagnóstico do autismo é realizado a partir da observação do comportamento do indivíduo, ainda criança. Fatores como brincar ou usar brinquedos de forma incomum, possuir dificuldade de se relacionar com pares da mesma idade, hiperatividade ou muita passividade, choro ou risadas em momentos inapropriados, excesso de sensibilidade ao escutar alguns sons, entre outros, podem constituir o diagnóstico.

Imagem: Arte/divulgação


terça-feira, 29 de março de 2016

III Viva Dominguinhos: evento inicia contagem regressiva


Garanhuns está a 24 dias da abertura oficial da terceira edição do Viva Dominguinhos. O evento, que acontece de 21 a 23 de abril deste ano, contará com apresentações culturais no Espaço Colunata durante o dia e shows noturnos na Praça Cultural Mestre Dominguinhos. Na fanpage oficial, intitulada Viva Dominguinhos, e na página da Prefeitura de Garanhuns, ambas no Facebook, iniciou hoje (28) uma contagem regressiva para a chegada do evento.
Além dos dois tradicionais polos de animação, a população e os visitantes contarão com a execução projetos especiais. Entre eles, o workshop “Desmistificando a Sanfona” – que iniciou ontem (28) e vai passar por escolas públicas e privadas da cidade, apresentando noções de como o instrumento é tocado.
Programação O III Viva Dominguinhos vai reunir grandes nomes da música local, regional e nacional. Cristina Amaral, Quinteto Violado, Jorge de Altinho, Flávio Leandro, Waldonys, Dorgival Dantas, Maciel Melo, Elba Ramalho, Rogério Rangel e Flávio José, são alguns dos principais artistas que irão passar por esta edição.
Intervenção urbana “Dominguinhos em Quadros” Este ano, o projeto será realizado no Casarão de Ferreira Costa, localizado na avenida Rui Barbosa. O espaço de aproximadamente 50 metros receberá pinturas e grafite que retratam o ídolo. As artes serão realizadas pelos artistas plásticos Espedito Dias e Rubens Costa, a partir deste mês.
Caminhada do Forró Viva Dominguinhos – No sábado, dia 23 de abril, a caminhada terá concentração às 9h30, na Praça da Fonte Luminosa, de onde o cortejo seguirá até o Palco Colunata. Os participantes terão, ao longo do percurso, a apresentação de bacarmateiros, grupos de xaxado e banda de pífanos. Trio Forró Pé de Serra, Associação dos Bacamarteiros de São João, banda de pífanos Esquenta Mulher de Lajedo, grupo cultural Flor de Mandacaru de Iati e grupo cultural Valentes do Forró de Garanhuns, farão o comando da festa.
Confira, abaixo, a programação do III Festival Viva Dominguinhos:
Praça Mestre Dominguinhos 
Quinta-feira – 21/04:
- Forró Pesado
- Cristina Amaral
- Quinteto Violado
- Jorge de Altinho
Sexta-feira – 22/04:
- Mourinha do Forró
- Flavio Leandro
- Waldonys
- Dorgival Dantas
Sábado – 23/04:
- Kiara Ribeiro
- Maciel Melo
- Elba Ramalho
- Flavio José
 Espaço Colunata 

SEXTA-FEIRA (22):

Banda do 71-BIMTz – “Concerto para Dominguinhos”
Mateus Cordeiro e Deivinho
Banda Forró Total e Bezerra da Gaita
Grupo Cultural Luar do Sertão/Custódia “Dominguinhos, do luar ao sertão
Daniel Gouveia
Genaro

SÁBADO (23):

Os Coroas do Forró
Lucas do Acordeon e Banda
Ananias Junior e Convidados
Projeto RODA DE SANFONA:
Participações: Orquestra de Sanfonas de Garanhuns; Messias da Sanfona; Severino da Sanfona; Canarinho e Beija-Flor; Genivaldo/Brejão; Cícero Basílio/Correntes; Zezinho Barros; Cloves, do Trio Asa Branca; Zuza/Forró Pé Quente; Walmiro Sobral/Forró Fênix.
Nando Azevedo
Rogério Rangel

IMAGEM: DIVULGAÇÃO

segunda-feira, 28 de março de 2016

Em meio à crise, microfranquias crescem 12,8% no Brasil

Brasília- Alessandra Janiques comprou junto com o marido a microfranquia da lavanderia Lava e Leva (Valter Campanato/Agência Brasil)

Agência Brasil

Em tempos de crise econômica e redução na oferta de emprego, empreender pode ser uma alternativa para assegurar uma renda. Nesse cenário, as microfranquias têm despontado como um caminho para quem não dispõe de tanto capital para aplicar. A característica desse modelo de negócio é exigir investimento inicial pequeno, de até R$ 80 mil. Números da Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostram um aumento do interesse pelo sistema nos últimos anos.
De acordo com a ABF, em 2011 havia 336 redes classificadas como microfranquias no país. Em 2012, o número passou a 368, uma alta de 9,5%. No ano de 2013, o total de microfranquias atingiu 384, crescendo 4,3% e, por fim, em 2014, chegou a 433, com crescimento de 12,8% ante o ano anterior. A entidade ainda não fechou os dados de 2015. O diretor de Relacionamento e Mercado da ABF, Cláudio Tieghi, diz que o segmento de franquias cresce em momentos de crise.
“Historicamente o franchising se beneficia nesses momentos, no sentido de aumentar o fluxo de pessoas interessadas em empreender, ter o próprio negócio”, afirma Tieghi. Segundo ele, o fenômeno das microfranquias, intensificado nos últimos dez anos, ganha apelo especial com a queda do emprego. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, em 2015 o Brasil fechou 1,54 milhão de vagas formais.

“A microfranquia é uma opção para pessoas com perfil técnico ou de gerente. Ela se equipara a uma oportunidade de substituição do emprego. Em vez de estar em uma empresa trabalhando, [o franqueado] pode desempenhar essas funções em casa. Ele pode também projetar e sair da realidade de microfranquia. Pode ter várias unidades no país ou migrar para uma franquia tradicional”, afirma.
No entanto, segundo ele, dedicação e disposição para trabalhar são quesitos fundamentais para quem deseja se aventurar com o modelo. “O que é mandatório na microfranquia é o total envolvimento da pessoa. Ela vai passar a fazer o trabalho em modalidade empreendedora. Muitas vezes nem tem funcionários ou tem poucos. A microfranquia é um negócio enxuto”, explica.
Para o casal Alessandra de Oliveira Janiques, 40 anos, e Renato Janiques, 61, o modelo pequeno e acessível foi ideal para realizar o sonho dela de ter o próprio negócio. Alessandra trabalhava como corretora de seguros e Renato estava se aposentando do Senado Federal. Alessandra, então, foi em busca de algo que pudessem tocar juntos em Brasília.

“A gente queria uma renda extra e uma ocupação para ele e para mim. Eu procurei, pesquisei, olhei vários ramos”, relata ela, que acabou se decidindo pela rede de lavanderias Lava e Leva, microfranquia com investimento total a partir de R$ 35 mil.
Um fator determinante para a escolha foi tratar-se de atividade no ramo de serviços. “Eu acho que, em época de crise, o serviço é a única coisa que as pessoas não deixam de fazer. Outro motivo foi a aprovação da PEC [Proposta de Emenda à Constituição] das domésticas. Mandaram um monte de empregada doméstica embora e lavar a roupa é complicado para a pessoa que trabalha. Pensei que, se a gente tivesse algo de qualidade, com baixo custo, logo estaria todo mundo aqui. Hoje, com oito meses de funcionamento, a gente tem mais de 100 clientes”, comemora Alessandra.

Para ela, ao ofertar empregos, o negócio também ajudou pessoas atingidas pela crise. “Tenho seis funcionários. Uma que estava sem emprego há nove meses, outra, há mais de dois anos. Em um momento em que houve demissões por causa da crise, a gente conseguiu contratar”, orgulha-se. Renato Janiques destaca o valor acessível da microfranquia. “O preço em si, o valor em maquinário, em insumos, é muito viável. Hoje estamos muito bem-sucedidos”, diz.

Alternativa 
A biomédica Juliana Reis Burjack, 35 anos, investiu em uma microfranquia por considerar o negócio uma alternativa melhor que o mercado em sua área no setor privado. “O biomédico, se não tiver muitas especializações, um doutorado, fica apenas em faculdades privadas e isso é muito instável. Na área laboratorial é bom, mas você ganha pouco. Por isso, optei pela franquia”, conta ela, que escolheu a rede de esmalterias Turquesa. A empresa permite aos franqueados investimento a partir de R$ 80 mil, incluindo taxa de franquia, reforma, treinamento e outros gastos.
“Uma das áreas de habilitação da biomedicina é estética. É uma área com grande potencial. Na crise, você pode até diminuir, mas não deixa de fazer [tratamentos de beleza]”, opina Juliana, que estará à frente de uma unidade da Turquesa em Águas Claras, cidade a cerca de 20 quilômetros da área central de Brasília. A nova empresa começa a funcionar em abril. Juliana dedicará os dias a tocar o negócio e as noites às aulas que dá como parte do mestrado em Microbiologia.

Empreendedorismo
O aumento do interesse dos brasileiros por empreender não se restringe às franquias. A edição mais recente da pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), divulgada no Brasil pelo Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequena Empresa (Sebrae), mostra que, em 2015, a taxa de empreendedorismo no país foi 39,3%, a maior registrada nos últimos 14 anos. Segundo o gerente de Gestão Estratégica do Sebrae, Marcos Bedê, a elevação da taxa tem sido um fenômeno constante.
“Se você pegar a série histórica, [a taxa de empreendedorismo] cresce ano a ano. Mostra uma tendência de aumento da propensão do brasileiro para se tornar empreendedor. Quando veio a crise no ano passado isso continuou, com uma coloração mais forte em termos de necessidade”, afirma. Segundo ele, o modelo franquia tem vantagens e desvantagens. “A principal vantagem é que você recebe um negócio praticamente pronto. O risco tende a ser um pouco menor”, comenta.

O especialista em estratégia empresarial, marketing e recursos humanos Jorge Pinho, professor do Departamento de Administração da Universidade de Brasília (UnB), considera natural o interesse dos brasileiros por tocar o próprio negócio em tempos de emprego em baixa. “A recessão que estamos vivendo leva à diminuição de oportunidades e até do salário nas ofertas que por acaso apareçam. Isso faz com que as pessoas tentem arriscar sua competência, sua sorte, no empreendedorismo”.
Na avaliação dele, “tentar girar o capital de maneira sustentável” pode ser a “única alternativa” no período de crise. Pinho aconselha, no entanto, cautela e pesquisa antes de investir em um negócio, justamente em função da retração econômica. Para ele, é preciso buscar as áreas menos afetadas. “Eu acredito que existam possibilidades. Por exemplo, a questão da lavanderia. É uma aposta, pois a empregada doméstica agora está custando em torno de 25% a mais do que você paga a ela”, diz.

sábado, 26 de março de 2016

Em delação, ex-presidente do PP cita políticos e ministro do TCU


MSN

O ex-deputado federal Pedro Corrêa (PE), ex-presidente do PP, fechou acordo de delação premiada e citou políticos da base do governo e da oposição.
De acordo com a Folha de S. Paulo, o acordo foi fechado há cerca de oito meses e assinado há duas semanas com a PGR (Procuradoria Geral da República).
Corrêa está preso em Curitiba, no Paraná, e a o acordo ainda precisa ser homologado pelo Supremo. A reportagem teve acesso a alguns trechos da delação do ex-presidente do PP e revela que em um dos "anexos", intitulado "Mesada de Augusto Nardes", o ex-parlamentar cita o atual ministro do TCU (Tribunal de Contas da União).
Segundo o delator, entre 2003 e 2005, quando Nardes era deputado federal pelo PP, ele estava entre os nomes da bancada da Câmara que recebiam propina arrecadada pelo deputado José Janene (morto em 2010) junto à Petrobras e outros órgãos com diretorias indicadas pelo PP.
Corrêa também contou que quando Nardes foi nomeado ministro do TCU, em 2005, foi destruído um recibo que comprovava o pagamento da propina. Era, segundo o delator, um recibo de valor "baixo", algo entre R$ 10 mil e R$ 20 mil.
O ex-deputado adianta que isso foi feito porque o documento poderia "prejudicar a nomeação".
Além disso, o pernambucano mostrou uma lista de operadores de propina e incluiu o nome de Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e uma de suas principais assessoras, como a responsável por conduzir movimentações financeiras ligadas ao tucano.
A reportagem da Folha avalia que a citação a Andrea Neves é a primeira, entre os citados estão Marcos Valério, operador do mensalão, e Benedito Oliveira, o Bené, investigado na Operação Acrônimo, que apura suspeitas de irregularidades na campanha de Fernando Pimentel (PT) ao governo de Minas Gerais, no ano de 2014.
Reeleição de FHC
Corrêa também apresentou um anexo sobre o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que tem como foco a votação que aprovou a emenda constitucional possibilitando a sua reeleição, em 1997.
O ex-presidente do PP refere que FHC contou com apoio financeiro do empresariado para aprovar o projeto da reeleição. Corrêa cita que Olavo Setubal, do Banco Itaú, morto em 2008, é um dos que ajudou FHC.
"Olavo Setubal dava bilhetes a parlamentares que acabavam de votar, para que se encaminhassem a um doleiro em Brasília e recebessem propinas em dólares americanos", diz o anexo, citando o relato do ex-deputado federal pernambucano.
Pedro Corrêa teve quase 40 anos de vida política, parte deles presidindo o PP, legenda que integrou a base aliada dos presidentes FHC, Lula e Dilma. A delação dele deve ter impacto entre políticos e parlamentares.
O acordo de delação conta com pouco mais de 70 anexos, cada um com um tema. Segundo a Folha, cinco deles são referentes a Lula e cinco a Dilma.
Ex-presidente Lula
Ainda em delação, Corrêa cita o envolvimento de Lula em uma reunião com o então ministro da Casa Civil, José Dirceu, e de José Eduardo Dutra, na época presidente da Petrobras, para acertar a nomeação de Paulo Roberto Costa para a diretoria da estatal, em 2004.
O ex-deputado conta que ele e outros integrantes da cúpula do PP defendiam a nomeação, mas Dutra era contra. No entanto, Corrêa contou que Lula atuou em nome do indicado e revelou detalhes da conversa.
"Mas Lula, eu entendo a posição do conselho. Não é da tradição da Petrobras, assim, sem mais nem menos trocar um diretor", disse Dutra, na época presidente da estatal.
Segundo ele, Lula teria respondido: "Se fossemos pensar em tradição nem você era presidente da Petrobras e nem eu era presidente da República".
A Folha destaca que os fatos narrados por Corrêa são vistos como "uma crônica política" que ajudará a completar lacunas de outras colaborações.
Resposta de Augusto Nardes
O ministro do TCU Augusto Nardes declarou que a citação de seu nome na delação do ex-deputado Pedro Corrêa é uma "retaliação pela oposição" que fazia dentro do PP.
Já o senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou que Andrea Neves, irmã dele, não conhece e jamais teve contato com Pedro Corrêa.
O tucano também enfatizou que repudia "as falsas acusações mais uma vez repetidas, sem indícios que possam minimamente comprová-las".
Aécio ainda pediu para que a Justiça esclareça "as denúncias verdadeiras e aquelas que têm unicamente o objetivo de tumultuar as investigações".
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso classificou o episódio como "ridículo"
Em nota, o presidente do Itaú, Roberto Setubal, disse que fica "profundamente indignado" ao ver o nome do pai dele, Olavo Setubal, "absurdamente envolvido numa história sem comprovações".
Ainda segundo a reportagem, o instituto Lula explicou que não comenta falatórios e que "quem quiser levantar suspeitas em relação a Lula que apresente provas".

‘É guerra e quem tiver artilharia mais forte ganha’, diz Lula

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula
Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula
Blog do Jamildo

Estadão Conteúdo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comparou-se ao general Vo Nguyen Giap, comandante do Exército do Povo do Vietnã, emblemático estrategistas militar que fez tombar em batalha tropas francesas, norte-americanas e chinesas, ao declarar “guerra” aos investigadores da Operação Lava Jato – que investiga supostos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa envolvendo o petista e sua família.
“É o seguinte, meu filho, eu tô com a seguinte tese: é guerra, é guerra e quem tiver artilharia mais forte ganha”, declara Lula, em conversa por telefone com o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), monitorada com autorização da Justiça Federal, do Paraná.
O parlamentar responde ser aliado nessa batalha. “Presidente estamos nessa guerra também, não tenho nada a perder.”
Os dois falam da persecução criminal em andamento em Curitiba e em Brasília contra o ex-presidente Lula e pessoas ligadas a ele, incluindo seus filhos. Os grampos foram autorizados pelo juiz federal Sérgio Moro – dos processos em primeira instância da Lava Jato – na fase que antecedeu a Operação Aletheia. Deflagrada em 4 de março, o ex-presidente foi o principal alvo. Levado coercitivamente para depor, reagiu publicamente com ataques aos investigadores, a quem classificou de “um bando de loucos”.
Lula faz referência ao estrategista de guerra vietnamita: “Você pode me chamar até de general Giap. Nós já derrotamos os americanos, os chineses, os franceses e estamos para derrotar a Globo agora”.
O ex-presidente e sua defesa têm atacado meios de comunicação, em especial a Rede Globo. Além perseguição política, no grampo da Lava Jato o ex-presidente conta ao senador ter conhecido o lendário general Giap. “Foi lá no Vietnã, estava bem velhinho já, levei a Dilma (Rousseff) para conversar com ele.”
Giap ficou conhecido como Napoleão Vermelho, foi considerado herói nacional em busto histórico situado abaixo, apenas, do ex-presidente Ho Chi Minh – o pai da independência vietnamita. Os dois se conheceram no exílio no sudeste da China. No Vietnã, recrutaram guerrilheiros para a insurgência vietcongue. Giap trabalhou como jornalista, antes de entrar para o Partido Comunista Indochinês. “Vamos levar essa luta”, responde o senador petista – também alvo de investigação da Lava Jato e com o nome citado por delatores.

sexta-feira, 25 de março de 2016

Acessibilidade: Pontos de ônibus específicos receberão adaptação


A Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT) e a Secretaria de Serviços Públicos e Obras iniciaram, nesta sexta-feira (25), o mapeamento das paradas de ônibus que serão adaptadas para facilitar a utilização de pessoas com algum tipo de deficiência física e idosos em Garanhuns. A ação prevê reforma, inicialmente, de cerca de 10 pontos definidos de acordo com o fluxo de passageiros e quantidade de linhas que trafegam na área. Níveis de calçadas e rampas são o foco das avaliações técnicas, estendendo-se a outras necessidades como melhorias de sinalizações (pinturas) e novas faixas de pedestres.

A iniciativa conta com o acompanhamento do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comud). Hoje, três pontos foram visitados na área central da cidade. A partir da próxima semana, a equipe deve passar por outros sete paradas, localizadas em bairros mais distantes do centro.

Para o presidente do Comud, José Juca, com essa medida, os usuários do serviço de transporte coletivo terão maior independência e mobilidade. “É muito importante por que assim, com os acessos aos ônibus organizados, eles poderão sair de suas casas e se direcionarem aos pontos com segurança”, ressalta.

SECOM

quarta-feira, 23 de março de 2016

Operação Pipa segue até 1° de abril em Garanhuns


A Operação Pipa do Agreste Meridional e parte do Sertão pernambucano será realizada até o dia 1° de abril, em Garanhuns. A ação consiste no recadastramento dos proprietários de caminhões-pipa interessados em participar da seleção e contratação para o fornecimento de água potável nos municípios atingidos pela estiagem. A vistoria é realizada em uma parceria entre o 71° Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMTz), a Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa) e a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária. A ação iniciou ontem (21).

A vistoria, que é realizada a cada três meses, consiste na verificação das condições gerais dos veículos que transportam água e, também, no credenciamento dos motoristas, após a verificação da documentação exigida. A situação dos pneus, as condições de limpeza do tanque e a parte mecânica e estrutural dos caminhões são algumas das condições vistoriadas. Após ter o seu veículo analisado, os motoristas passam por uma etapa de credenciamento. Para esta etapa, são necessários documentos como CPF ou CNPJ, declaração dos carros-pipa na empresa, comprovante de residência, documentação do veículo, declaração da fonte, entre outros.

A vistoria está sendo realizada no 71° Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMTz), localizado à margem da BR 423, ao lado da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Para ter o seu veículo vistoriado é necessário o agendamento prévio, que está sendo realizado no prédio do batalhão ou pelo telefone (87) 3762-2000. Após a vistoria e credenciamento, será realizado o sorteio para anunciar os veículos que estarão aptos a transportar água potável e os que ficarão na lista de espera, enquanto normalizam irregularidades encontradas, se houver necessidade.

Foto: Ruthe Santana – Secom/PMG 

Prefeitura convoca classificados no último concurso municipal


O prefeito Izaías Régis assinou na tarde da última Segunda (21) as portarias de convocação de 27 cargos que irão tomar posse, referentes ao último concurso da Prefeitura Municipal de Garanhuns. As portarias serão publicadas no Diário Oficial dos Municípios de Pernambuco/Amupe, na edição de hoje (23). As novas convocações se deram por diversos motivos, entre eles a desistência dos candidatos convocados, a solicitação de exoneração dos empossados anteriormente, os considerados inaptos pela Junta Médica e pela necessidade do município.
 
Os convocados irão ocupar as seguintes funções: duas vagas de agente administrativo, cinco vagas de agente de disciplina, uma vaga de agente de endemias, quatro vagas de assistente social, uma vaga de professor de educação física, uma vaga de professor de português, quatro vagas de professor de matemática; uma vaga de professor de geografia, uma vaga de procurador, uma vaga de nutricionista, uma vaga de médico psiquiatra, quatro vagas de psicólogo e uma vaga de veterinário.

 
Após a data da publicação, os nomeados deverão comparecer no prazo de 30 dias corridos para tomarem posse. Eles terão o prazo de 30 dias para entrarem em exercício da função após a data da posse. Os documentos necessários para serem apresentados no ato da posse estarão discriminados nas respectivas portarias.
 Os convocados receberão a carta convocatória, por meio de AR (Aviso de Recebimento), em suas residências. Àqueles que mudaram de endereço durante esse lapso temporal, deverão se dirigir à Secretaria de Administração e preencher o formulário para que haja a mudança de endereço. 

Foto: Internet

SECOM

terça-feira, 22 de março de 2016

Encenação da Paixão de Cristo acontece em Garanhuns



Na próxima quarta-feira (23), tem início, em Garanhuns, a tradicional encenação da morte e ressureição de Jesus Cristo. O espetáculo “Jesus, Alegria dos Homens”, está na sua 26ª edição. O evento é realizado no Alto do Magano, até o sábado (26), iniciando sempre às 19h30min e com duração média de 1h30min.
Um dos maiores espetáculos ao ar livre do interior de Pernambuco conta com equipe técnica e atores que, juntos, somam cerca de 200 pessoas envolvidas. A encenação é dividida em aproximadamente 25 cenas, com histórias do antigo e novo testamento. A expectativa é que cerca de 12 mil pessoas passem pelo evento.
De acordo com informações do radialista e diretor teatral, Gerson Lima, todas as cenas do espetáculo sofreram reformulações de aperfeiçoamento em adereços e nas interpretações. “Duas novas cenas foram acrescentadas como complemento do enredo da peça, como a ‘Tentação de Jesus’ e o ‘Triunfo de Pilatos’. Além disso, a direção de produção já cuidou de todos os preparativos para garantir ao público segurança, estacionamento, banheiros químicos e iluminação em toda a área”, destaca.
A entrada para o espetáculo, na quarta-feira (23) e no sábado (26) custa 5,00 reais. Já na quinta-feira (24) e sexta-feira (25) o ingresso será 10,00 reais. O “Jesus, Alegria dos Homens” conta com o apoio do Governo Municipal de Garanhuns.
Fotos: Hilton Marques/Divulgação
Secom

Campanha “Violência contra a Mulher não dá Frutos” chega a zona rural de Garanhuns



Nos dias 28 e 29 de março, as secretarias da Mulher do Estado e de Garanhuns, em parceria com a Coordenação Regional do Semiárido, realizam, no Sítio Cruz e na comunidade quilombola Castainho, a campanha “Violência contra a Mulher não dá Frutos”. A ação é resultado das reivindicações das mulheres trabalhadoras rurais, que através das “Marchas das Margaridas” - realizada em 2011 -, reivindicaram à Secretaria de Políticas para as Mulheres do Paraná, unidades móveis que levassem informações e esclarecimentos sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher.
“A presença da unidade móvel nessas áreas de Garanhuns é fundamental, já que muitas vezes as mulheres não têm condições de vir à cidade procurar atendimento. Muitas delas, inclusive, desconhecem os seus direitos. Agora, elas serão atendidas, contarão com atendimento psicológico, jurídico e social e serão encaminhadas de acordo com suas necessidades. Estaremos lá, firmes e fortes, para, quem sabe, mudar a vida dessas mulheres”, registra a secretária municipal da Mulher, Eliane Simões.
As unidades móveis também vão levar informações sobre a Lei Maria da Penha e sobre a rede de atendimento, através da promoção de rodas de conversas para as mulheres do campo que sofrem violência. No dia 28, o veículo ficará disponível no Castainho, a partir das 14h, e, no dia 29, será a vez do Sítio Cruz receber a ação, a partir das 8h. O momento contará com recreadora para as crianças que estiverem com suas mães no local.
Fotos: Divulgação
Secom

segunda-feira, 21 de março de 2016

Aécio Neves se torna principal alvo dos investigadores da Lava Jato, diz colunista

Blog do Jamildo

O senador Delcídio do Amaral tem dito a fontes próximas que agora o senador Aécio Neves (MG), líder do PSDB, se tornou o principal alvo da Operação Lava Jato, segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.
Os investigadores estão atrás da oposição e querem “arrastar um peixe grande tucano”, segundo o colunista, para não serem acusados de fazer uma investigação partidarizada, que busca incriminar somente o PT.
Ainda segundo a coluna, uma investigação em cima do senador seria uma forma de contrabalançar a operação e as acusações que a Operação Lava Jato vem sofrendo nos últimos dias.

Inscrições para curso de extensão direcionado a professores seguem abertas


Os professores da Rede Municipal de Ensino de Garanhuns ainda podem se inscrever para participar do curso de extensão do programa Nossa Escola Pesquisa Sua Opinião (Nepso). O prazo, que se encerraria na última sexta-feira (18), agora segue até a próxima quarta-feira (23).  A ficha de inscrição está disponível no portal da Prefeitura de Garanhuns: www.garanhuns.pe.gov.br. Após o preenchimento, o material deve ser enviado para o seguinte e-mail: nepsoseducegus@outlook.com.

A ação é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Educação e Esportes (Seduce) e a Unidade Acadêmica Garanhuns da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UAG/UFRPE). O objetivo da iniciativa é formar professores pesquisadores que possam levar o projeto para ser executado em suas respectivas escolas – permitindo que os alunos tenham acesso à iniciação de pesquisas científicas.

Ao todo, estão sendo disponibilizadas 25 vagas. Dessas, 20 serão preenchidas por professores efetivos em regência, que fazem parte do quadro municipal de ensino e que ainda não tenham participado do curso. De acordo com a Seduce, as outras cinco vagas são destinadas a coordenadores pedagógicos. O número de inscrições, por escola, é limitado a dois profissionais.

Imagem: Divulgação 

Secom

sábado, 19 de março de 2016

Mês de março é marcado por programação especial para as mulheres de Garanhuns




Apesar de o Dia Internacional da Mulher ser vivenciado no dia 8 de março, a Secretaria de Assistência Social de Garanhuns preparou uma programação especial para o público feminino do município que se estende por todo este mês. As equipes de todos os Centros de Referência de Assistência Social (Cras’s) estão realizando diversas atividades. Atendimentos sociais, palestras e atividades de grupo são algumas das ações realizadas para o público feminino do Programa de Atenção Integrada à Família (Paif) e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV), vinculados à Secretaria de Assistência Social. Aproximadamente 200 mulheres estão participando das ações.

Durante essa programação, variados temas estão sendo debatidos, como o combate à violência contra a mulher, saúde, segurança, bem-estar e a importância do protagonismo da mulher idosa na sociedade. “É importante a discussão de todos esses temas com as mulheres e nós aproveitamos justamente esse mês, quando é comemorado o Dia da Mulher. Levar temas como esses, tão pertinentes à esse grupo, faz com que possamos contribuir positivamente na vida desse público e por meio de levar o conhecimento e a reflexão, traremos benefícios às mulheres garanhuenses em suas relações em todas as suas configurações, sejam familiares, afetivas, profissional ou política, por exemplo”, afirmou a secretária de Assistência Social de Garanhuns, Célia Sobral.

Além dessas atividades, algumas oficinas e encontros estão sendo promovidos com pessoas adolescentes, adultas e idosas do município – com objetivo de integrar gerações e seus respectivos valores. As ações estão sendo realizadas pela Secretaria de Assistência Social e contam com a parceria entre a Secretaria de Saúde, Secretaria da Mulher, Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI) e com o Núcleo de Enfrentamento à Violência contra o Idoso de Garanhuns (Neviga).

Fotos: cedidas pela Secretaria de Assistência Social

Secom

sexta-feira, 18 de março de 2016

Ruas do Loteamento São Carlos vão receber melhorias



O prefeito Izaías Régis Neto assinou, na noite da última quarta-feira (16), a ordem de serviço para a realização de obras no Loteamento São Carlos, que fica no bairro Severiano Moraes Filho. O momento aconteceu na rua Sebastião Paes de Melo, no acesso ao Santuário Mãe Rainha.

A Orquestra Manoel Rabelo foi responsável por animar os populares que compareceram para presenciar o gesto simbólico e o pronunciamento de representantes do Governo Municipal, Câmara de Vereadores e Diocese. Neide Lima, que é moradora do bairro há mais de três anos, fez um depoimento agradecendo pelas obras realizadas. "Estou muito feliz, pois quando chove, os carros não conseguem subir. Principalmente nas ladeiras que acumulam muita lama e pedras. Com certeza vai ficar uma maravilha. Todos aqui estamos gratos ao gestor”, finalizou.

As obras de pavimentação e drenagem iniciam esta semana. Ao todo, 21 ruas serão beneficiadas pelo projeto, sendo elas as ruas: Kátia França, Antônio Miguel da Silva, São Marcos, Heitor Vila Lobos, Celso Daniel, José Juvino da Silva, Ademar Ferreira da Silva, João Batista de Moraes, Antônio Faustino da Silva, Ailton Vinéia Moraes, José Ferreira Barbosa, Alexandre David, Mário Lago, Fausto Batista da Rocha, Tim Lopes, Orlando Dias, José Veríssimo, João Caboclo, Walter Avancine, Wilson Batista e Maria José de Souza Silvestre.

Na noite ontem quinta-feira (17), a próxima localidade a receber as ordens de serviço será o distrito de São Pedro, onde várias ruas receberão a drenagem de águas pluviais e pavimentação. Na ocasião, também haverá a entrega oficial da reforma e ampliação da Escola José Ferreira Sobrinho e da quadra de esportes. O momento acontece na praça que fica em frente à escola, a partir das 19h.

Fotos: Aquilles Soares e Eduarda Vasconcelos — Secom/PMG

terça-feira, 15 de março de 2016

III Viva Dominguinhos: Programação do Palco Colunata é divulgada


A Secretaria de Cultura de Garanhuns divulgou, nesta segunda-feira (14), a programação do Palco Colunata – polo alternativo da terceira edição do “Viva Dominguinhos”. O evento, que teve sua grade principal lançada na última quinta-feira (10), acontece no período de 21 a 23 de abril. Segue, abaixo, a programação completa do Palco Colunata:

SEXTA-FEIRA (22)

Banda do 71-BIMTz – “Concerto para Dominguinhos” 
Mateus Cordeiro e Deivinho

Banda Forró Total e Bezerra da Gaita
Grupo Cultural Luar do Sertão/Custódia “Dominguinhos, do luar ao sertão

Daniel Gouveia
Genaro

SÁBADO (23)

Os Coroas do Forró
Lucas do Acordeon e Banda
Ananias Junior e Convidados
Projeto RODA DE SANFONA:
Participações: Orquestra de Sanfonas de Garanhuns; Messias da Sanfona; Severino da Sanfona; Canarinho e Beija-Flor; Genivaldo/Brejão; Cícero Basílio/Correntes; Zezinho Barros; Cloves, do Trio Asa Branca; Zuza/Forró Pé Quente; Walmiro Sobral/Forró Fênix.
Nando Azevedo
Rogério Rangel

Foto: Arquivo Secom 

Secom