sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Combate à violência contra o idoso é tema de discussão em Garanhuns




Em alusão ao Dia Internacional da Pessoa Idosa, vivenciado no dia 1º de outubro, o Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa de Garanhuns (Neviga) e o Conselho do Idoso realizaram uma programação. Com o tema “Cuidar é Preciso”, as atividades iniciaram nesta quinta-feira (29) e seguem até o dia 7 de outubro. Com o mesmo tema da mobilização, um seminário foi realizado nesta manhã, no Chalé Recepções II.

Com um público de aproximadamente 200 pessoas, a capacitação foi direcionada aos profissionais da Saúde, da Assistência Social, da Secretaria da Mulher e da Secretaria de Educação. O seminário contou com palestra sobre o Conselho do Idoso, prevenção ao suicídio, vigilância de violência e violência contra a pessoas idosa. O seminário ainda contou com a apresentação cultural do grupo Reviver do Serviço Social do Comercio (Sesc) Garanhuns.

O secretário de Saúde esteve presente no encontro e falou da importância da capacitação. “Estou muito feliz por vivenciar esse momento e por oportunizar para esses profissionais uma capacitação como essa, pois eles irão contribuir ainda mais com esse enfrentamento. No dia a dia a população precisa disso, pois muitas vezes essa violência está embutida nos lares das pessoas e não vemos isso.  Discutir esses temas e ter um evento como esse é muito valoroso, para que os profissionais possam contribuir com a conscientização à população para o respeito com os nossos idosos.

Criado em 2014, o Neviga atua hoje como porta de entrada de denúncias contra as pessoas idosas. “A gente recebe a denúncia e filtra, faz a visita e ver se a denúncia procede ou não. Caso proceda, fazemos o acompanhamento desse idoso, por meio de visitas, para que fiquemos certificados de que aquele idoso não sofrerá mais nenhum tipo de violência. E nesse momento aqui, nós estamos capacitando cada profissional, para que eles estejam aptos a trabalhar combatendo a violência ao idoso dentro de sua comunidade”, afirmou a coordenadora do núcleo, Bruna Paixão.

Fotos: Ruthe Santana – Secom/PMG

-- 
Secretaria de Comunicação Social - Prefeitura de Garanhuns

Izaías cresce e vantagem agora é de 58 pontos


Blog Magno Martins

Se as eleições fossem hoje, o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), estaria reeleito com 69,5% das intenções de voto, vantagem avassaladora em relação ao candidato do PPS, Sivaldo Albino, que tem 11,3%, segundo nova pesquisa do Instituto Opinião. A candidata Claudomira Morais (DEM) surge com 3% e Paulo Camelo (PCB) tem 2%, à frente de Valter Couto (PDT), com somente 0,5%. Brancos e nulos registram 3,3% e os indecisos são 10,4%.
Em relação ao levantamento passado, entre os dias 5 e 6 de setembro, Izaías cresceu dois pontos – estava com 67,3% - e Sivaldo também avançou dois pontos – se situava na casa dos 9,8%. Paulo Camelo se manteve com o mesmo percentual, Valter Couto também se manteve em 0,5% e Claudomira subiu um ponto e meio – estava com 1,8%.
Na pesquisa espontânea, Izaías também desponta com índice expressivo de 64%, abrindo grande margem de 56,7% sobre Albino (7,3%). O candidato comunista registra 1,8%, a democrata tem 1,3% e Couto repete os 0,5% das intenções. Brancos e nulos caem para 2% e o número de indecisos sobe para 23,1%.
No quesito rejeição, o postulante do PPS parte na frente com taxa de 20,5%, enquanto Camelo tem 17,3%. O atual prefeito soma 11,8% de rejeição, já Claudomira aparece com 7,3% e o pedetista não seria votado por 5% dos entrevistados. Apenas 3% disseram rejeitar todos e 35,1% não rejeitam nenhum dos candidatos.
O Instituto Opinião aplicou 400 questionários entre os dias 22, 23 e 24 de setembro, nas localidades de Aluísio Pinto, Baixa da Telha, Boa Vista, Brasília, COHAB I, II e III, Estrela, Heliópolis, Indiano, Iratama, João Capão, José Maria Dourado, Magano, Manoel Xéu, Massaranduba, Miracica, Nova Heliópolis, Parque Fênix, Santo Antônio (Centro), São Carlos, São José, São Pedro, São Vicente e Várzea. A pesquisa está registrada no TRE sob o número PE-05153/2016.
O levantamento conta com intervalo de confiança estimado de 95 % e a margem de erro máxima estimada de 4,9 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. A modalidade de pesquisa adotada envolveu a técnica de Survey, que consiste na aplicação de questionários estruturados e padronizados a uma amostra representativa do universo de investigação. Foram realizadas entrevistas pessoais e domiciliares.
Estratificando a pesquisa, Izaías Régis se sai melhor entre os eleitores na faxa etária acima de 60 anos (73,3%), entre os eleitores com grau de instrução no ensino médio (72,7%) e entre os eleitores com renda familiar entre um e dois salários (73,9%). Por sexo, 70,6% dos seus eleitores são homens e 68,6% são mulheres.
Sivaldo Albino tem melhor atuação entre os eleitores na faixa etária faixa etária de 35 a 44 anos (15,5%), entre os eleitores com grau de instrução do 6º ao 9º ano (15,8%) e entre os eleitores com renda familiar de até um salário (12,1%). Por sexo, 12,7% dos seus eleitores são mulheres e 9,4% são homens.
Gestão com aprovação recorde
O prefeito Izaías Régis apresenta índices de aprovação que causam inveja a qualquer administrador. Segundo pesquisa do Instituto Opinião, 81,8% dos eleitores aprovam sua gestão e apenas 12,5% reprovam. Entre os garanhuenses, o governador Paulo Câmara computa 49% de desaprovação e 30,3% de aprovação. O presidente Michel Temer apresenta reprovação de 65,3% e aprovação de somente 16,3% dos entrevistados.


quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Quanto custa o horário eleitoral no rádio e na TV a cada brasileiro?

MSN

O horário eleitoral obrigatório exibido por emissoras de rádio e televisão foi criado para dar voz aos mais diversos candidatos, independente de seu poder econômico. Mas essa propaganda não sai de graça: ela é paga pelos contribuintes e também pelas emissoras privadas.
Segundo levantamento da ONG Contas Abertas, realizado no início do ano, o ciclo eleitoral de 2016 deve custar cerca de R$ 576 milhões aos cofres públicos em abatimento de impostos. Isso porque apesar das cerca de 320 empresas de TV e 10 mil emissoras de rádio do Brasil veicularem o horário político gratuitamente, elas têm direito por lei a uma compensação fiscal.
Segundo o fundador do Contas Abertas, Gil Castello Branco, o valor de R$ 576 milhões corresponde a uma previsão orçamentária da Receita Federal. Isso significa que cada cidadão deve pagar indiretamente cerca de R$ 2,80 para ver o horário eleitoral.
Mas, o valor exato será calculado somente após o fim das eleições.
  • Por lei, a dedução do imposto de renda corresponde a parte do valor que as emissoras receberiam caso comercializassem o espaço ocupado pela propaganda eleitoral. O restante do montante é custeado pelas próprias emissoras.
Segundo a Contas Abertas, a dedução fiscal corresponde a cerca de 80% do valor que seria obtido pelas emissoras com a venda do espaço, mas a Abert diz que essa porcentagem pode variar.
Castello Branco disse que, sem a dedução, a operação de muitas emissoras privadas poderia ser inviabilizada - especialmente durante a atual crise econômica.
"Isso se tonaria uma coisa antieconômica, as emissoras enfrentam as mesmas dificuldades do país", disse ele.
Além disso, segundo Cristiano Lobato Flores, diretor de assuntos legais e institucionais da Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV), o mecanismo de ressarcimento é complicado e muitas emissoras pequenas não fazem o pedido de compensação fiscal.
"A maioria das emissoras é micro e pequena. Muitas rádios têm pouca estrutura e não fazem o processo para repor o valor comercializável (do espaço cedido para propaganda eleitoral)", disse.
Por outro lado, a exibição gratuita da propaganda eleitoral também pode ser entendida como uma compensação econômica ao fato das emissoras operarem em um sistema de concessão pública, segundo Luiz Peres Neto. Ele é professor pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Práticas de Consumo, da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing).
Segundo ele, as emissoras devem prestar uma contrapartida econômica "já que exploram o sistema radioelétrico", que é um bem público e escasso.
Mas para Flores, da Abert, "o fato de se tratar de uma concessão pública não desnatura a legitimidade do ressarcimento. Muito pelo contrário, pressupõe o seu equilíbrio econômico-financeiro, princípio básico dos contratos celebrados com a administração pública".
Porém, segundo Peres Neto, o processo ainda causa confusão no eleitor.
"Não há clareza, por parte do cidadão, que o horário eleitoral é pago por ele. Ele acha que só a emissora é prejudicada", disse Peres Neto.
E além da compensação fiscal às emissoras, é preciso levar em conta que os candidatos podem usar uma parte da verba do fundo partidário - que é dinheiro público - para produzir os programas que vão ao ar.
O valor geral do fundo partidário para 2016 é de R$ 819 milhões. Não é possível porém dizer quanto desse dinheiro vai para a produção de propaganda na atual fase do pleito.

Modelos de outros países

Emissora de TV© Fornecido por BBC World Service Trading Limited Emissora de TV
De acordo com Peres Neto, a propaganda eleitoral obrigatória no rádio e na TV aberta surgiu no Brasil como uma ideia de criar um modelo justo - para que nenhum candidato fosse silenciado em um país no qual muitos políticos ou famílias de políticos são proprietários de meios de comunicação.
Segundo a Abert, além disse existe o interesse público na veiculação das propagandas eleitorais e político-partidárias. Elas são um "facilitador à difusão dos projetos políticos e ideais que compõem o pluralismo político-partidário em nosso país".
Em 2016, a propaganda obrigatória no rádio e na TV ocorre em um período de 35 dias, nos quais são exibidos dois blocos diários de 10 minutos de propaganda para prefeito e 70 minutos de inserções de propaganda para prefeito e vereador distribuídas pela programação.
Além de aparecerem na propaganda obrigatória, muitos candidatos também ganham espaço na mídia como parte da cobertura noticiosa da campanha e com a promoção de debates.
Já nos Estados Unidos, onde a campanha eleitoral é em sua maior parte baseada em financiamento privado, os candidatos podem comprar livremente seus próprios comerciais na mídia.
Mas, para que o sistema funcione, há nos Estados Unidos um sistema eficiente de acesso a dados, no qual é possível saber quem está financiando cada candidato.
Na Grã-Bretanha, os políticos não podem comprar comerciais na TV, mas seus partidos podem veicular uma quantidade limitada de propaganda gratuita. Grande parte da discussão eleitoral ocorre em programas jornalísticos que promovem entrevistas e debates entre representantes de partidos ou seus assessores.
De acordo com Peres Neto, na Espanha, onde o financiamento das campanhas é majoritariamente público, não há um horário específico de exibição de propaganda eleitoral obrigatória. Ela ocorre por meio de inserções distribuídas pela programação.
"Não há um modelo perfeito. Os modelos se baseiam nas tradições políticas, mas eles precisam ser justos para que um candidato não tenha vantagens", disse o pesquisador.
Nos Estados Unidos, apesar da existência de muitos candidatos menores, apenas os candidato dos partidos Republicano e Democrata acabam disputando os cargos mais importantes. Isso porque esses partidos têm estruturas mais consolidadas de arrecadação de recursos e representação política em relação a agremiações políticas menores.

Dinheiro bem gasto?

Urnas eletrônicas© Fornecido por BBC World Service Trading Limited Urnas eletrônicas
No Brasil, cada partido tem direito a um tempo de propaganda obrigatória proporcional à representação de seu partido na Câmara dos Deputados.
Esse tempo de exposição na TV e no rádio costuma ter grande peso na estratégia eleitoral da maioria dos candidatos.
Mas será que o tempo de propaganda eleitoral obrigatória é bem aproveitado?
Especialistas ouvidos pela BBC Brasil dizem que apesar do horário eleitoral ser importante, ele nem sempre cumpre sua função.
Segundo Peres Neto, a escolha do candidato por parte do eleitor no Brasil acontece geralmente de forma personalista. A propaganda obrigatória serviria mais para tornar o candidato conhecido do que para expor suas ideias e propostas.
"Em geral, o eleitor vota com a emoção. Vota em pessoas, não em ideias. Assim, os políticos trocam de partido e continuam com a mesma intenção de voto", disse.
"Por mais que o político minta, muitos eleitores acabam votando nele", disse.
Para Gil Castello Branco, do Contas Abertas, o grande número de partidos do Brasil acaba tornando o horário obrigatório ineficiente.
"Muitos candidatos têm um tempo ínfimo em que mal dá para dizerem seu nome e número. Outros usam uma forma anedótica para fazer isso, o que banaliza o processo eleitoral", disse.
Além disso, segundo ele, alguns dos chamados "candidatos nanicos" usam essa distorção para negociar apoio político e tempo de TV.
Castello Branco afirmou que também há imperfeições na propaganda dos candidatos a prefeito que gozam de mais tempo de TV.
"Cada um fala o que quer. Muitos transmitem ao eleitor uma imagem que não corresponde à situação real", disse.
Segundo ele, o tempo de propaganda eleitoral poderia ser usado, por exemplo, para tirar dúvidas sobre as eleições.

Em fase de teste

Antena© Fornecido por BBC World Service Trading Limited Antena
Mudanças na lei eleitoral ocorridas em 2015 mudaram algumas regras das eleições deste ano, sendo uma das principais o fim das doações de empresas para campanhas políticas.
No campo da propaganda obrigatória na TV e no rádio, houve uma redução de 45 para 35 dias da duração total da campanha. Já as inserções distribuídas pela programação subiram de 30 para 70 minutos diários.
No total, houve uma redução geral na duração da propaganda obrigatória de aproximadamente 10 horas - o que foi classificado como positivo pelas emissoras.
"Nunca foi pauta da Abert ir contra a prestação do serviço (de propaganda obrigatória). Nossa briga era que você não precisava de 45 dias. Não se prendia a atenção do eleitor", afirmou Flores.
  • Segundo ele, com o fim das doações de pessoas jurídicas, os partidos também teriam muita dificuldade para pagar pela produção das propagandas eleitorais mais longas.
"A carga horária era excessiva, a redução atendeu ao setor. O ressarcimento ainda não é o ideal mas o problema diminuiu".
Para Castello Branco, a duração menor e a mudança no financiamento das campanhas alteraram bastante o cenário e as estratégias dos candidatos, gerando vantagens e desvantagens.
Por causa disso, criou-se uma grande expectativa e o pleito de 2016 deve funcionar como um grande teste para as novas regras eleitorais.

Temer telefonou para Faustão após ser criticado na TV, diz coluna


MSN

O presidente Michel Temer ficou chateado com a duras críticas do apresentador Faustão durante seu programa do último domingo (25). No dia seguinte ao programa, ele ligou para o apresentador e explicou a reforma educacional proposta pela sua gestão. As informações são do Blog do Josias, do UOL.
"Essa p*** desse governo nem começou, não sabe se comunicar e já faz a reforma sem consultar ninguém'', disse Faustão no programa. ''Então, o país que mais precisa de educação faz uma reforma com cinco gatos pingados que não entendem p*** nenhuma, que não consultam ninguém e aí, de repente, tiram a educação física, que é fundamental na formação do cidadão!'', completou, indignado.
Por telefone, Temer disse ao apresentador que as mudanças vinham sendo debatidas há anos, e que a educação física permanece no currículo, embora não seja uma matéria obrigatória.
O presidente teria dito que os os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgados recentemente, mostraram desempenho fraco estudantes brasileiros. Por isso, o governo quis acelerar as mudanças, editando medida provisória. Por fim, o presidente teria se comprometido a enviar mais explicações do Ministério da Educação ao apresentador.
Durante o diálogo, Faustão teria relembrado a época em que era repórter, na década de 1980, e que Temer era secretário de Segurança de São Paulo.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Campanha Nacional de Multivacinação: Dia D foi realizado em Garanhuns



O Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação foi realizado em Garanhuns no último sábado (24). As vacinas ficaram disponíveis no Espaço Colunata e na Praça Souto Filho durante todo o dia. As Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) também receberam crianças e adolescentes para a atualização da caderneta de vacinação. A campanha de multivacinação segue até a sexta-feira (30), acontecendo em todas as UBS’s, sempre das 8h às 16h.

De acordo com a coordenação do Programa Nacional de Imunização (PNI), cerca de 2000 crianças e adolescentes compareceram ao Dia D da campanha. O Centro de Especialidades em Saúde da Mulher e da Criança (Cesmuc), outro local de vacinação, recebeu menos pessoas do que o esperado, mas de acordo com a técnica de enfermagem do centro, Marileuza Pereira, a maioria dos pais que chegavam ao Cesmuc percebiam que as cadernetas estavam atualizadas. “Esse foi um fator positivo que notamos. As pessoas vieram preocupadas em vacinar seus filhos, mas ao chegar notavam que estava tudo bem com a imunização dos mesmos”, relatou a profissional.

A Campanha Nacional de Multivacinação tem o objetivo de imunizar crianças menores de 5 anos de idade, crianças com 9 anos, e adolescentes entre 10 e 15 anos de idade (14 anos, 11 meses e 29 dias). A campanha pretende alcançar a população não vacinada ou com esquemas de vacinação incompletos, para aumentar a cobertura vacinal e manter controladas, eliminadas e erradicadas diversas doenças no Brasil. 

Fotos: Samara Pontes – Secom/PMG

Nota informativa – Feiras livres


A Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, informa que em decorrência das eleições municipais, que serão realizadas no próximo domingo (02), as feiras livres da Cohab I, Cohab II e do Magano serão antecipadas para o sábado (01). 

Garanhuns discute Lei Orçamentária Anual


Na manhã de ontem (26), foi realizada uma audiência pública na Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga). O objetivo do momento foi discutir os projetos de lei referentes à Lei Orçamentária Anual (LOA) e revisar o Plano Plurianual (PPA) para o exercício financeiro de 2017. Com o mesmo objetivo, outra audiência será realizada hoje (27), na Escola Professor Letácio de Brito, às 9h30.

Na audiência, a LOA e o PPA foram apresentados aos munícipes para revisão e aprovação. O momento foi aberto ao público, e fundamenta-se na discussão e apresentação de sugestões entre as entidades representativas da população, que sejam de interesse coletivo com prioridades que entendem ser convenientes para análise da administração e possível inclusão no projeto. As metas financeiras e prioridades orçamentárias da administração pública, são de forma que sejam traçadas as despesas para o ano seguinte de gestão

A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) estabelece as metas financeiras e prioridades orçamentários da administração pública, para que as despesas referentes ao ano seguinte de gestão sejam traçadas, oferecendo subsídios para a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA). As audiências são uma realização da Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Planejamento, em cumprimento à Lei Complementar N 101.

Imagem: Paulo Almeida – Secom/PMG

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

TSE pensa em poupar Michel Temer da degola


MSN

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julga ter reunido provas suficientes para sustentar que o financiamento da campanha à reeleição de Dilma Rousseff e Michel Temer incluiu verbas desviadas do esquema criminoso da Petrobras. No caso, os dois teriam que ser depostos e não apenas Dilma.
De acordo com o que apurou o blog do Josias de Souza, são evidências documentais e testemunhais suficientes para justificar a cassação da chapa que prevaleceu em 2014. Como Dilma já foi deposta, o mandato que está em jogo é o de Temer. Contudo, já começam a soar no TSE avaliações sobre a conveniência de poupar o substituto de Dilma.
Se a chapa Dilma-Temer fosse cassada pelo TSE até o final do ano, o brasileiro teria a oportunidade de escolher um novo presidente da República em eleição direta. É o que determina a Constituição. Entretanto, são grandes as chances de o julgamento ser empurrado para 2017.
Nessa hipótese, caberia ao Congresso Nacional, apinhado de parlamentares sob investigação no petrolão, apontar o nome do próximo presidente. A eleição indireta é um dos fatores que levam ministros do TSE a afastar a corda do pescoço de Temer.

sábado, 24 de setembro de 2016

Cras realiza I Festival de Primavera




Levando em consideração o início da Primavera e o Dia da Árvore, que é comemorado no dia 21 deste mês, o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Cohab III realizou o I Festival de Primavera, com atividades voltadas ao meio ambiente para as crianças e adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). O objetivo das ações é sensibilizar a comunidade para os cuidados que devem ser tomados com o ambiente ao nosso redor, para que tenhamos uma cidade cada vez mais agradável para todos.

A coordenadora do Cras afirma que é dever de cada cidadão valorizar o espaço no qual estamos inseridos, tanto individualmente como coletivamente. “E com essa contextualização, acreditamos que nós, por fazermos parte da Assistência Social precisamos estar ainda mais empenhados a contribuir com a sociedade, com o ambiente e reforçar os direitos de cada cidadão”, comentou Ana Angélica.

Com esta mesma perspectiva, foi realizada uma palestra sobre plantação e os participantes foram levados a construir uma horta comunitária. Para encerramento das atividades, as crianças e adolescentes do SCFV apresentaram o trabalho realizado na horta.

Fotos: cedidas pelo Cras Cohab III

Por RUTHE SANTANA

Audiência discutirá Lei Orçamentária Anual



Na próxima semana, duas audiências públicas serão realizadas em Garanhuns para discutir os projetos de lei que tratam sobre a Lei Orçamentária Anual (LOA) e revisar o Plano Plurianual (PPA) para o exercício financeiro de 2017. As discussões acontecerão nos dias 26 e 27 deste mês, em uma realização da Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Planejamento, em cumprimento ao que está disposto na Lei Complementar N 101. As audiências acontecerão no auditório da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga) e na Escola Professor Letácio de Brito, respectivamente, sendo ambas às 9h30.
  
Na ocasião, a LOA e o PPA serão apresentadas para revisão e aprovação, junto aos munícipes.  O momento é aberto ao público, pois é oportuno para que as entidades representativas da população apresentem sugestões coletivas de prioridades que entendem ser convenientes para análise da administração e possível inclusão no projeto. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) estabelece as metas financeiras e prioridades orçamentários da administração pública, de forma que sejam traçadas as despesas para o ano seguinte de gestão, oferecendo subsídios para a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA). 

Por solicitação do Poder Legislativo, em agosto deste ano, a Secretaria de Planejamento realizou outra audiência para discussão da formação do projeto da LDO, referente ao exercício de 2017. O momento serviu para partilhar os itens de propostas e discutir sugestões com os representantes da sociedade civil presentes. Outras audiências com esse teor ainda devem ser realizadas neste ano.

Imagem: Divulgação

por RUTHE SANTANA

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Família de Montagner receberá seguro milionário da Globo


MSN

Após a morte do ator Domingos Montagner, que faleceu na última quinta-feira (15), após se afogar no rio São Francisco, a família do ator receberá três indenizações.
Segundo Ricardo Feltrin, a primeira será um seguro que a Globo mantém para o seu casting. O dinheiro sairá nos próximos dias e é avaliado entre R$ 1,5 milhão e R$ 3 milhões.
Já a segundo valor deverá ser pago pela prefeitura de Canindé de São Francisco, em Sergipe, cidade onde o Santo de “Velho Chico” veio a óbito. Os familiares de Montagner, com o apoio jurídico da emissora, entrarão com uma ação contra o município.
A terceira indenização também deve ser assumida pelo canal, que pretende pagar o valor integral do contrato de Domingos, que tinha duração até 2020, e também bolsa de estudo e plano de saúde para os três filhos do ator, pelo menos até atingirem a maioridade.
Procurada, a emissora preferiu não falar sobre o assunto. “Neste momento tão doloroso, a TV Globo está focada em adotar todas as medidas possíveis para confortar e apoiar os familiares do ator a enfrentar essa fatalidade, entre elas as de natureza legal”, esclareceu.

Saúde de Garanhuns realiza audiência pública


A Secretaria de Saúde de Garanhuns realizará, na próxima semana, uma audiência pública na Câmara de Vereadores. O encontro, que acontecerá no dia 27, será um momento para apresentação do relatório de gestão, referente ao segundo quadrimestre deste ano. A audiência iniciará às 9h, e tem como principal objetivo envolver a população de uma forma ativa nas resoluções de saúde do município.

A apresentação do relatório irá contemplar informações sobre todos os setores da Secretaria de Saúde. Na ocasião, serão abordados temas como os serviços disponibilizados, a quantidade de atendimentos realizados, assim como programas, campanhas, capacitações e obras de construção, reforma e ampliação das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s). Após a apresentação, os presentes poderão solicitar devidos esclarecimentos sobre o relatório e oferecer sugestões para melhorias no setor de saúde do município.

Assim como nas audiências anteriores, a apresentação do relatório levará em conta três itens principais: a oferta e produção de serviços, o montante e fonte de recursos aplicados e os indicadores de saúde da população.

Imagem: Divulgação

Combate ao uso de drogas é trabalho contínuo em Garanhuns

Por RUTHE SANTANA


Já faz parte da rotina de trabalho da equipe da Secretaria de Juventude da Garanhuns promover discussões com adolescentes, jovens e pais sobre o combate ao uso de drogas em Garanhuns. Desta vez, a equipe foi convidada para participar do projeto “Ciclo de Palestras”, desenvolvido pela Escola Professor Antônio Gonçalves Dias (Caic). Entre os diversos temas em discussão, são abordados a violência doméstica e de gênero, drogas, promoção à saúde e educação.

Na última quarta-feira (21), a equipe promoveu o encontro com os estudantes do Ensino Fundamental, nos períodos da manhã e tarde. A temática em discussão foi o “Protagonismo Juvenil” e a campanha intitulada “Juntos contra as Drogas: Essa Luta também é Sua”. O objetivo dos encontros é introduzir a temática de educação para valores como a prevenção ao uso de drogas entre crianças, adolescentes e jovens, e promover uma cultura de paz nessa faixa etária. A gestora da instituição comentou sobre a ação. “Provocar essa discussão aberta com os estudantes é muito importante, pois pode amenizar os problemas relacionados às drogas também no âmbito escolar”, reforçou Hilca Catão.

Para a gerente de Planejamento e Ações da Secretaria da Juventude de Garanhuns, responsável pelas palestras, os jovens sempre mostram interesse pelo tema. “Em todos os lugares que a gente realiza esses encontros, os jovens se mostram interessados pelo tema e preocupados com o envolvimento e os fatores de risco provocados pelo uso de álcool e outras drogas e isso demonstra o quanto é proveitosa essa discussão entre eles”, afirma Fátima Correia.

Fotos: cedidas pela Secretaria de Juventude 

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Campanha de multivacinação é realizada em Garanhuns


Garanhuns aderiu a Campanha Nacional de Multivacinação para atualização da caderneta de vacinação da criança e do adolescente. A mobilização iniciou nessa segunda-feira (19) e terá seu Dia D no próximo sábado (24). Nesse dia, além das vacinas estarem disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), a vacinação será realizada no Espaço Colunata, no centro da cidade, e na Praça Souto Filho, conhecida como a Praça da Fonte Luminosa. Neste dia, a vacinação acontecerá das 8h às 17h, já nos demais dias, a vacinação segue até às 16h, de acordo com o horário de funcionamento dos postos. A campanha seguirá até o dia 30 deste mês.

Neste ano, além das crianças menores de 5 anos de idade, o público alvo também inclui as crianças de 9 anos e adolescentes de entre 10 e 15 anos de idade (14 anos, 11 meses e 29 dias). De acordo com a coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI), esse público tem uma maior resistência a se vacinar. “Quando as crianças e adolescentes chegam nessa idade é mais complicado de levá-las para vacinação. E além disso, os pais acreditam que nem há mais tanta necessidade de imunizar os filhos nesta faixa etária”, comentou Rafaella Menezes.

Ainda de acordo com a coordenadora, a imunização é de fundamental importância, uma vez que, com a evolução do Calendário Nacional de Vacinação nos últimos anos, muitas vacinas necessitam ter doses de reforço nessa faixa etária ou passaram a ser incluídas no calendário, como é o caso da vacina HPV para meninas, por exemplo. O objetivo da campanha é alcançar a população não vacinada ou com esquemas de vacinação incompletos, na infância ou na adolescência, com a finalidade de aumentar a cobertura vacinal e manter controladas, eliminadas e erradicadas as doenças imunoprevisíveis no Brasil. Para receber a vacina, é necessário ir até as unidades de saúde portando a caderneta de vacinação.

Fotos: Arquivo Secom/PMG

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Alexandre Borges sobre vídeo íntimo: “Nenhum tipo de orgia”

<p>Alexandre Borges quebrou o silêncio e comentou a respeito do vídeo divulgado na internet, em que apareceu na companhia de uma mulher e outras duas pessoas, que seriam transexuais, em um apartamento, no Rio de Janeiro.</p><p><b>VOCÊ VIU?</b> <a href="http://famosidades.com.br/tv/bispo-da-record-critica-famosos-por-vazamento-de-nudes-na-tv.html">Bispo da Record critica famosos por vazamento de nudes na TV</a></p><p>O ator negou o que foi sugerido nas redes sociais de que tenha havido sexo e consumo de cocaína na ocasião.</p><p>“Não existiu nenhum tipo de relação sexual, orgia e consumo de cocaína com as pessoas envolvidas”, afirmou ao jornal “Extra”.</p><p>O artista ressaltou, inclusive, que preferiu não estender o encontro com as mulheres: “Quando percebi que não queria mais continuar, encerrei”.</p><p>Na gravação, uma segunda pessoa também é focalizada. Contudo, o famoso preferiu não comentar a respeito. “Devo dizer que a pessoa que aparece no vídeo comigo pediu para apagar a gravação para não ser exposta”, contou.</p><p>O ex-marido de Julia Lemmertz também se manifestou a respeito de sua sexualidade.</p><p>“Não tenho nenhum preconceito com gênero ou opção sexual de cada um. Mas minhas opções são claras para mim”, disse.</p><p>O ator afirmou que, embora a gravação tenha sido feita sem o seu consentimento, não pretende processar os envolvidos no caso.</p><p>“Sei que este é um assunto pessoal. Não estou aqui me desculpando de nada. Não pretendo tomar nenhuma atitude jurídica”, avisa.</p><p>Por fim, Borges explicou o motivo pelo qual decidiu falar publicamente sobre a polêmica.</p><p>“[...] Quero o bem de todos os envolvidos. Apenas quero esclarecer os fatos para as pessoas que gostam de mim [...] Devido ao vídeo feito sem meu conhecimento e divulgado na internet indevidamente, me vejo forçado a esclarecer alguns pontos que, a meu ver, foram distorcidos e ampliados. Foi um encontro casual com três pessoas depois de uma festa”, completou.</p>
MSN
Alexandre Borges quebrou o silêncio e comentou a respeito do vídeo divulgado na internet, em que apareceu na companhia de uma mulher e outras duas pessoas, que seriam transexuais, em um apartamento, no Rio de Janeiro.

O ator negou o que foi sugerido nas redes sociais de que tenha havido sexo e consumo de cocaína na ocasião.
“Não existiu nenhum tipo de relação sexual, orgia e consumo de cocaína com as pessoas envolvidas”, afirmou ao jornal “Extra”.
O artista ressaltou, inclusive, que preferiu não estender o encontro com as mulheres: “Quando percebi que não queria mais continuar, encerrei”.
Na gravação, uma segunda pessoa também é focalizada. Contudo, o famoso preferiu não comentar a respeito. “Devo dizer que a pessoa que aparece no vídeo comigo pediu para apagar a gravação para não ser exposta”, contou.
O ex-marido de Julia Lemmertz também se manifestou a respeito de sua sexualidade.
“Não tenho nenhum preconceito com gênero ou opção sexual de cada um. Mas minhas opções são claras para mim”, disse.
O ator afirmou que, embora a gravação tenha sido feita sem o seu consentimento, não pretende processar os envolvidos no caso.
“Sei que este é um assunto pessoal. Não estou aqui me desculpando de nada. Não pretendo tomar nenhuma atitude jurídica”, avisa.
Por fim, Borges explicou o motivo pelo qual decidiu falar publicamente sobre a polêmica.
“[...] Quero o bem de todos os envolvidos. Apenas quero esclarecer os fatos para as pessoas que gostam de mim [...] Devido ao vídeo feito sem meu conhecimento e divulgado na internet indevidamente, me vejo forçado a esclarecer alguns pontos que, a meu ver, foram distorcidos e ampliados. Foi um encontro casual com três pessoas depois de uma festa”, completou.

Jornalista da Globo recusa cargo de porta-voz do governo Temer


MSN

Com o objetivo de concentrar a divulgação das informações do governo, o presidente Michel Temer está em busca de um porta-voz.
Segundo o Glamurama, a razão seria acabar com os ruídos e falhas de comunicação na mídia. Um único nome aceito por unanimidade pela equipe, foi o do comentarista político do “Jornal da Globo” e apresentador eventual do “Jornal Nacional” Heraldo Pereira. No entanto, o jornalista recusou o convite.
Como segunda opção está Eduardo Oinegue, mas ainda está em negociação. O jornalista já trabalhou nas revistas “Veja” e “Exame”.

Mais de 200 pessoas participaram do concurso ambiental em Garanhuns




As provas do IX Concurso Escolar de Educação Ambiental (CEEA) foram realizadas no último sábado. Mais de 200 pessoas, entre estudantes, professores e gestores das escolas públicas e privadas de Garanhuns participaram do concurso, desenvolvido nas seguintes modalidades: desenho, redação, projetos escolares, paródia, cordel, fotografia e vídeo. O objetivo do concurso é reconhecer os trabalhos sobre a preservação da natureza que estão sendo realizados em Garanhuns. As provas aconteceram na Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga).

O professor Iakson Vilela foi um dos responsáveis por incentivar a participação dos estudantes no concurso. “O meio ambiente é um tema bastante pertinente e que desperta muita preocupação nossa na escola, então já é algo que a gente vem trabalhando desde o início do ano. Então quando a gente viu o projeto, nós reunimos as principais propostas que estávamos desenvolvendo ao longo do ano. Essa ação é de relevância ímpar, não dá para mencionar em palavras”, afirmou o professor.

Os estudantes mostravam satisfação apenas pelo fato de estar participando do momento. Natália Gabriela, que tem 13 anos de idade, participou do concurso na modalidade de fotografia. “Eu estou aqui não só para ganhar, mas o que importa é está participando, é está aqui. Tem gente que pensa que o meio ambiente não é quase nada, mas o meio ambiente é muito importante pra gente, então eu vim expor o que eu fiz”, comentou.

Lucas da Silva, de 14 anos de idade, também estava participando da modalidade de fotografia e falou sobre o seu interesse na temática.  “Eu trouxe uma exposição de 14 fotos, para mostrar como o meio ambiente é essencial para nós, porque a partir dele é que nós cultivamos as outras coisas e por isso não devemos poluir. Eu já tinha esse interesse, mas com esses temas em sala de aula, eu tive uma visão ainda melhor. A mensagem principal é que não podemos poluir e precisamos sempre preservar”, frisou.

O concurso é realizado por meio de uma parceria entre o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Codema) e a Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), com apoio da Secretaria de Educação e Esportes (Seduce), Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga) e ONG Econordeste. Ao final do processo, além de todos os inscritos receberem certificados de participação, os finalistas, de todas as categorias, receberão premiações simbólicas. O encerramento das atividades do CEEA deste ano está previsto para o dia 8 de outubro.

Fotos: Ruthe Santana – Secom/PMG

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Feira de saúde é realizada em Garanhuns



 Mais uma mobilização em prol da saúde da população de Garanhuns foi realizada na última sexta-feira (16). O Centro de Especialidades de Saúde da Mulher e da Criança (Cesmuc) foi o cenário para uma feira de saúde, que ofertou gratuitamente diversos exames como coleta de citologia, solicitação de mamografia, testagem de HIV, sífilis e hepatite B e C. O evento é uma realização da Secretaria de Saúde e contou com a parceria do Rotary Clube, por meio do cirurgião pediatra Ricardo Ventura.



 Incentivar a realização dos exames é uma forma de diagnosticar precocemente algum problema e, consequentemente, agilizar o processo de tratamento. “Fazendo mobilizações como essa, nós chamamos a atenção das pessoas para os cuidados com a saúde e podemos diagnosticar precocemente algum problema, que dará maior possibilidade de eficácia ao tratamento. Nós temos o público que já é alcançado na própria Unidade Básica de Saúde (UBS), mas as mobilizações expandem isso ainda mais”, comentou o secretário de Saúde, Alfredo de Góis.




A pedagoga Vera Lúcia foi uma das garanhuenses que participou da ação e falou sobre os serviços. “Essa é uma iniciativa muito relevante, porque desperta um interesse maior em cuidar da saúde. Muitas vezes as pessoas querem fazer o exame, mas não têm uma motivação em buscar a unidade de saúde, então isso já facilita bastante. Pra mim foi muito viável, gostei muito. Foi muito bom e que se repita muitas e muitas vezes”, afirmou.

Fotos: Ruthe Santana – Secom/PMG

sábado, 17 de setembro de 2016

Saúde de Garanhuns apresenta prestação de contas

por RUTHE SANTANA

O relatório de gestão da Secretaria Municipal de Saúde, referente ao segundo quadrimestre deste ano, será apresentado no dia 27 deste mês. A audiência pública acontecerá na Câmara de Vereadores, a partir das 9h. O momento, que será aberto ao público, é considerado uma prestação de contas para o município, tendo também como objetivo o envolvimento da população em uma participação ativa nas resoluções de saúde de Garanhuns.

A apresentação do relatório irá contemplar informações sobre todos os setores da Secretaria de Saúde. Na ocasião, serão abordados temas como os serviços disponibilizados, a quantidade de atendimentos realizados, assim como programas, campanhas, capacitações e obras de construção, reforma e ampliação das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s). Após a apresentação, os presentes poderão solicitar devidos esclarecimentos sobre o relatório e oferecer sugestões para melhorias no setor de saúde do município.

Assim como nas audiências anteriores, a apresentação do relatório levará em conta três itens principais: a oferta e produção de serviços, o montante e fonte de recursos aplicados e os indicadores de saúde da população.

Foto: Ruthe Santana – Secom/PMG

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Habilitados para o Natal Luz são divulgados


A Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Cultura, divulgou, na última quarta-feira (14), a relação das propostas habilitadas para o Natal Luz 2016. As propostas serão encaminhadas para o grupo de avaliação, que iniciará a apreciação destas quanto à apresentação na programação do Natal Luz. A relação das propostas está disponível no portal da Prefeitura de Garanhuns (http://www.garanhuns.pe.gov.br/habilitados-natal-luz-2016/).

A lista corresponde aos artistas e grupos musicais que foram habilitados para compor a grade de programação do evento. Puderam se inscrever artistas que apresentaram propostas de shows —especialmente ligados à temática natalina; como reisados, pastoris, bandas de pífanos, espetáculos de dança e balé, musicais, bandas e orquestras sinfônicas, encenações, cantores líricos, apresentação gospel, MPB, serestas e covers de artistas consagrados.

Compondo o calendário oficial dos eventos do município, o Natal Luz vem ganhando maior destaque a cada ano e fortalecendo o potencial turístico de Garanhuns. A festividade conta com uma extensa programação cultural, que neste ano iniciará no dia 11 de novembro e segue até o final de dezembro, em pontos centrais e em alguns bairros da cidade, além dos três distritos.

Por RUTHE SANTANA


Foto: Arquivo Secom