quarta-feira, 29 de março de 2017

Mais de 400 crianças são beneficiadas com “Prefeitura nos Esportes”




As crianças e os adolescentes atendidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), vinculado à Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), começaram a receber aulas de práticas esportivas em Garanhuns. Intitulado “Prefeitura nos Esportes”, o projeto começou a ser vivenciado, nesta semana, na quadra do conjunto habitacional Luiz Inácio Lula da Silva, no bairro Dom Hélder Câmara (Cohab III).
Através do projeto, são oferecidas aulas de vôlei, futebol, basquete, futsal e xadrez, entre outras modalidades esportivas. A ideia é incentivar a vida saudável entre os mais jovens e promover a integração social. Nos próximos dias terão início as atividades no Parque Euclides Dourado, que contemplarão crianças e adolescentes das seguintes localidades: Várzea, Cohab 2, Vale do Mundaú, Magano e Parque Fênix. Os participantes recebem material, transporte e lanche – além de passarem por avaliações médicas nas Unidades de Saúde dos bairros que residem.

“Estamos oportunizando a essas crianças não só a prática esportiva em si, mas delas melhorarem e serem crianças excelentes em seu âmbito escolar e social. A realização desse projeto é mais uma conquista para Garanhuns e só posso reafirmar a minha alegria com o desenvolvimento desses esportes”, enfatiza a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Célia Sobral.

O titular da pasta de Juventude, Esportes e Lazer, Carlos Eugênio, também destaca a importância do projeto no processo de transformação da vida desses jovens. “O projeto vem com uma nova filosofia. Num turno, as crianças e adolescentes estarão na escola e no outro turno praticando atividade física. Com isso poderemos mantê-los longe de riscos sociais. É uma ação de largo alcance, inclusive melhorando o rendimento escolar”, finaliza.
O projeto Prefeitura nos Esportes é realizado pelas secretarias de Assistência Social e Direitos Humanos; Juventude, Esportes e Lazer; Saúde e Educação.

Fotos: Cloves Teodorico – Secom/SASDH/PMG 
e Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer – Divulgação 

Projeto Juventude Cidadã será realizado em escolas públicas e privadas de Garanhuns


Por DANIELA BATISTA

O Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer, em parceria com a Secretaria de Comunicação, irá colocar em prática o projeto Juventude Cidadã. A ação consiste na realização de palestras nas escolas públicas e privadas, abordando temas como combate ao uso de drogas, política e cidadania, violência e sexualidade.
A primeira escola a ser contemplada com o projeto será a Escola Jaime Luna, no bairro Dom Hélder Câmara, na Cohab III. Os alunos do 7º ano “A” irão receber a palestra na próxima sexta-feira (6), a partir das 13h50. Na etapa inicial, o tema “Drogas não! Esportes sim!” será discutido com os estudantes.
“Queremos levar informações importantes aos nossos jovens, sobretudo nessa etapa da vida em que estão formando a personalidade. Apostamos que, com orientação e exemplos relacionados às consequências de ações e escolhas erradas, poderemos educar e formar cidadãos mais conscientes”, registra o Secretário de Juventude, Esportes e Lazer, Carlos Eugênio.

MP Eleitoral pede para cassar Temer e deixar Dilma inelegível

Chapa Dilma-Temer será julgada pelo TSE

MSN
BRASÍLIA - O Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a cassação do presidente Michel Temer (PMDB) e a inelegibilidade da presidente cassada Dilma Rousseff (PT), segundo o Estado apurou com fontes que acompanham as investigações. A manifestação da Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE), mantida sob sigilo, foi encaminhada na noite desta terça-feira, 28, ao TSE.
O julgamento da ação que apura se a chapa Dilma-Temer cometeu abuso de poder político e econômico para se reeleger em 2014 foi marcado para começar na manhã da próxima terça-feira, 4. O TSE dedicará quatro sessões da próxima semana - duas extraordinárias e duas ordinárias - para se debruçar sobre o caso, que poderá levar à cassação de Temer e à convocação de eleições indiretas.
Se os ministros do TSE seguirem o entendimento da PGE - ou seja, cassarem Temer, mas o deixarem elegível -, ele poderia concorrer numa eleição indireta.
A defesa do presidente informou que só se manifestará no julgamento. Até a conclusão desta edição, o Estado não havia obtido resposta da defesa de Dilma.
O parecer foi assinado pelo vice-procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, que atua na corte eleitoral por delegação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Dino é um dos pré-candidatos à sucessão de Janot, que tem mandato previsto para acabar em setembro.
Para assumir o posto, no entanto, ele precisará ser escolhido pela categoria em lista tríplice e depois indicado por Temer para a vaga. Dino já sofre resistências no Congresso à sua indicação por ser irmão do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), opositor do núcleo do PMDB no Estado.
No ano passado, um parecer do Ministério Público Eleitoral recomendou que fosse rejeitado o pedido da defesa de Temer para separar sua responsabilidade em relação à da presidente cassada Dilma Rousseff no processo. Na época, Dino afirmou que “o abuso de poder aproveita a chapa em sua totalidade, beneficiando a um só tempo o titular e o vice”.
Em outro parecer, o MPE indicou a existência de “fortes traços de fraude e desvio de recursos” ao analisar as informações colhidas com a quebra do sigilo bancário das gráficas Red Seg Gráfica, Focal e Gráfica VTPB, contratadas pela chapa Dilma-Temer.
A ação que investiga última disputa presidencial foi proposta em 2014 pelo PSDB, partido derrotado nas urnas pela chapa encabeçada pelo PT. Nas alegações finais entregues ao TSE nos últimos dias, o PSDB isentou o presidente Michel Temer de responsabilidade.
Em entrevista ao Estado publicada nesta segunda-feira, 27, Dino afirmou que “caixa 2 é crime tão grave quanto corrupção”. “Caixa 2 é crime, caixa 2 é um desvalor de conduta que precisa ser adequadamente punido na nossa legislação. É objeto de reprovação, não há dúvida alguma. Ele desiguala a disputa eleitoral. É abuso de poder, abre a porta para troca de favores. O caixa 2 em tudo é negativo, é nefasto para o processo democrático”, afirmou o vice-procurador-geral eleitoral.

terça-feira, 28 de março de 2017

​Judoca garanhuense irá integrar a Seleção Brasileira de Judô

 Mais uma vez o esporte é orgulho para a cidade de Garanhuns. A judoca Vitória Rebeca, de 15 anos de idade, foi convocada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para integrar a Seleção Brasileira Sub-18. Rebeca recebe o apoio do Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer.

 Mais uma vez o esporte é orgulho para a cidade de Garanhuns. A judoca Vitória Rebeca, de 15 anos de idade, foi convocada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para integrar a Seleção Brasileira Sub-18. Rebeca recebe o apoio do Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer.

A judoca garanhuense será integrada à delegação nacional e irá participar dos treinamentos no Rio de Janeiro (RJ). Rebeca faz parte da categoria Sub 18 + 70kg e é uma das principais atletas da Associação Presley Araújo de Judô. A atleta possui títulos expressivos em sua carreira, dentre eles: o vice-campeonato brasileiro de judô, em 2014; o tetracampeonato brasileiro regional; oito títulos de campeã pernambucana e as três conquistas de campeã dos Jogos Escolares de Pernambuco (JEPS).

Fotos cedidas pela Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer

Desafio 15 Dias oferece exercícios físicos no Parque Euclides Dourado até o dia 8 de abril

 Por DANIELA BATISTA

O Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer, está apoiando o Desafio 15 Dias, realizado pelo Espaço Vida Saudável, no Parque Euclides Dourado. A primeira etapa do evento aconteceu no último sábado (25), e contou com um público expressivo e de todas as idades.
A ação tem o intuito de realizar atividades físicas coordenadas durante duas semanas, nas imediações da pista de cooper do parque, de segunda a sábado. De segunda a sexta, o momento é realizado das 19h às 20h, aos sábados, os exercícios são feitos das 7h às 8h da manhã. As aulas vão até o dia 8 de abril, e são abertas para todo o público.


segunda-feira, 27 de março de 2017

Prefeitura implantará Núcleo de Inteligência Fiscal em Garanhuns


Auditores fiscais da Secretaria de Finanças de Garanhuns estão formatando o Núcleo de Inteligência Fiscal. A ideia é cruzar os dados das empresas cadastradas no município com dados federais para ter uma otimização na fiscalização dos impostos municipais, a exemplo do Alvará, Imposto Sobre Serviços e taxas municipais. Em reunião entre o secretário de Finanças, Flávio Eloia, e representantes da empresa responsável pelo sistema, alguns detalhes foram definidos. A partir de abril, o Núcleo passará a funcionar gradativamente.

Flávio Eloia explica que durante a reunião foram discutidos o controle das retenções efetuadas pelo Sistema do Tesouro Nacional e a integração com a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim). “Estas medidas foram tomadas devido à crise política e econômica que vivemos. Por isso, a Secretaria segue buscando alternativas para amenizar os impactos e alavancar a arrecadação do município”, atestou.

O auditor fiscal Tiago Soares, um dos responsáveis pelo projeto, explica que a arrecadação do município será totalmente monitorada através dos dados disponíveis em sistemas. “Utilizaremos a tecnologia para diminuir a sonegação de impostos. Assim também poderemos ter mais eficiência na arrecadação, que é revertida em serviços para toda a população”, explica Tiago.

A equipe já conseguiu levantar, através do cruzamento de informações com a Receita Federal, um número elevado de empresas com domicílio em Garanhuns, mas que não estão registradas no cadastro mercantil do município. Esta ação gerou, aproximadamente, três mil notificações para regularização da taxa de Alvará de funcionamento.

Fotos: Aquilles Soares/Secom PMG

domingo, 26 de março de 2017

Entenda o que a lei da terceirização vai mudar sua vida

MSN

A lei da terceirização aprovada nesta quarta-feira pela Câmara dos Deputados muda a forma como se trata a contratação de trabalhadores por empresas terceirizadas. O projeto de lei flexibiliza a terceirização — quando uma empresa contrata trabalhadores por intermédio de uma terceira companhia — e regulamenta a prestação de serviços temporários. O texto-base foi aprovado por 231 votos favoráveis e 188 contrários. Agora, seguirá para sanção presidencial.
Confira a seguir perguntas e respostas para entender o que muda na terceirização.
O que é o projeto de lei de terceirização aprovado?
A proposta flexibiliza a terceirização e regulamenta a prestação de serviços temporários. Ela amplia a possibilidade de oferta desses serviços tanto para atividades-meio (que incluem funções como limpeza, vigilância, manutenção e contabilidade), quanto para atividades-fim (que inclui as atividades essenciais e específicas para o ramo de exploração de uma determinada empresa). Hoje, a terceirização só é permitida para atividades-meio.
O que a lei permite?
A lei permite que todas as atividades que podem ser terceirizadas dentro de uma empresa, incluindo as atividades consideradas essenciais. Com isso, abre a possibilidade irrestrita para a contratação de terceirizados. Numa escola, por exemplo, os professores poderão ser contratados de forma terceirizada. Em um hospital, médicos e enfermeiros também poderão ser terceirizados. Até agora, as contratações eram limitadas a atividades como limpeza e segurança, que são consideradas atividades-meio.
O que a lei não permite?
A lei não altera direitos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), como férias, décimo terceiro salário e hora extra. Além disso, o projeto de lei aprovado também impede que seja firmado um contrato de terceirização nos casos de existência de vínculo empregatício.
O que muda para o trabalho temporário?
Hoje, o trabalho temporário é permitido para períodos de até três meses. O projeto de lei aprovado amplia esse prazo para seis meses, prorrogáveis por mais 90 dias. Isso significa que os contratos terão prazo máximo de nove meses. 
De quem é a responsabilidade sobre os direitos trabalhistas?
O projeto aprovado cria a responsabilidade subsidiária. No caso de não pagamento dos direitos trabalhistas, o trabalhador aciona na Justiça primeiro a empresa prestadora de serviço. Só se ela não comparecer é que o trabalhador pode acionar a companhia contratante. Um segundo projeto, atualmente no Senado, prevê a responsabilidade solidária, ou seja, compartilhada entre as prestadoras de serviços e as contratantes. Neste caso, cabe ao trabalhador escolher a quem acionar judicialmente.
O que acontece se a empresa terceirizada vai à falência?
No âmbito da responsabilidade subsidiária, o trabalhador que não recebeu seus direitos e vai à Justiça aciona primeiro a prestadora e no processo, já cita a contratante. Se a primeira empresa não pagar ou falir, a contratante tem que pagar.
A ampliação das atividades que podem ser terceirizadas vai trazer precariedade para o mercado de trabalho?
Especialistas estão divididos sobre o assunto. Alguns argumentam que a dicotomia entre atividade-fim e atividade-meio não se sustenta e que não há clareza sobre como classificar as atividades. Outros reconhecem o papel da terceirização, mas destacam que há riscos de que as relações entre empregados e empregadores fiquem mais frouxas e o trabalhador não tenha ganhos. vai precarizar? Vai gerar empregos? Aí põe o que defendem as centrais, as empresas, os especialistas... enfim, tudo que a gente puder espremer da simplória lei, tendo em mente perguntas que os leitores se farão.
A aprovação da terceirização vai ajudar a criar empregos?
Antes da aprovação do projeto, no início da semana, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que a lei seria positiva para o país na expansão de empregos. Para ele, as empresas têm resistido a contratar por causa da rigidez das leis trabalhistas. “Acredito que ajuda muito porque facilita a contratação da mão de obra temporária. Facilita a expansão dos empregos. Hoje muitas vezes a empresa resiste à hipótese de aumentar o emprego justamente por alguns aspectos de rigidez das leis trabalhistas. É importante para fazer com que funções temporárias ou em caráter não permanentes sejam viabilizadas”, disse o ministro. Há quem acredite, no entanto, que a permissão irrestrita para a terceirização não vai mudar o ânimo do mercado.
Podem ocorrer novas mudanças na legislação trabalhista?
Sim. Há um segundo projeto que trata de terceirização no Congresso, que foi aprovado pela Câmara dos Deputados em 2014, e estabelece mais regras. Há negociações para que este segundo texto também siga adiante. A ideia do governo é juntar as duas propostas para regulamentar o processo de terceirização, numa espécie de mix.
Este texto prevê a obrigatoriedade para que empresas contratantes retenham na fonte impostos e contribuições de todos os profissionais prestadores de serviço. A legislação atual determina a retenção na fonte somente nos contratos de cessão de mão de obra, como atividades de cessão de mão obra, como atividades de vigilância, limpeza e informática. Aprovado pelo Senado, o texto também seguirá para sanção.

sexta-feira, 24 de março de 2017

Mutirão da Visão é apresentado na Escola Jaime Luna


Foi realizada nesta quinta-feira (23), a apresentação do Mutirão da Visão, que segue sendo realizado no município de Garanhuns por meio da parceira entre a Fundação Altino Ventura (FAV) com a ONG One Sight, as Secretarias de Saúde e Secretaria de Educação de Garanhuns e a Secretaria Estadual de Saúde (SES), por meio da Gerência Regional de Saúde (V Geres). O momento aconteceu na Escola Municipal Jaime Luna, e contou com a participação de representantes do Governo Municipal, alunos e comunidade. O objetivo central da iniciativa é identificar e tratar problemas oculares que acometem os alunos matriculados na rede estadual e municipal de ensino.

 Na solenidade, fizeram parte da mesa de apresentação o secretário municipal de Saúde, Alfredo de Gois; a secretária de Educação, Kauely Almeida; a representante da V Geres, Alda Lúcia; o coordenador de Projetos Sociais e Unidades Avançadas da Fundação Altino Ventura e representante da ONG One Sight, Guibson Trindade; o presidente do Conselho Tutelar, Samuel Vitorino e a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Erivânia Fabrícia.

 Durante a ocasião, foram evidenciados os números do projeto, que está em sua fase de triagem de alunos, por meio do teste de acuidade visual (capacidade de percepção da forma e contorno dos objetos). O trabalho é feito pelos próprios professores que foram capacitados e funcionam como multiplicadores da ação dentro de cada unidade. “É um mutirão de suma importância que visa investigar e cuidar dos problemas de saúde oculares dos estudantes. Tudo isso refletindo para a melhoria da qualidade de vida e consequentemente no desenvolvimento educacional e social dos mesmos”, afirmou a titular da pasta de Educação, Kauely Almeida.

A escolha de Garanhuns foi graças um demanda já observada de atendimentos oftalmológicos ao público infanto-juvenil, a expectativa é de que sejam atendidos aproximadamente 11 mil alunos. O município terá ainda um período voltado para a avaliação médica e confecção dos óculos de cada aluno, que será realizado entre os dias 12 e 22 de junho, na sede da Associação Garanhuense de Atletismo (AGA). “Hoje observamos alguns alunos da rede municipal que não têm condições financeiras de adquirir seus óculos, com o mutirão poderemos identificar todas as patologias e muitos já vão sair com os óculos prontos. Tudo graças a um trabalho integrado e a sensibilidade do Governo Municipal”, declarou o secretário de Saúde, Alfredo de Gois.
De acordo com o coordenador de Projetos Sociais e Unidades Avançadas da Fundação Altino Ventura e representante da ONG One Sight, Guibson Trindade, é essencial a integração entre as diversas esferas do poder público e privado para o desenvolvimento da ação. “É um grande desafio, porém é impossível fazer um projeto desse porte sem parcerias, cada parte assume uma responsabilidade. A importância da educação, principalmente, é poder realizar com qualidade a triagem, tendo a prioridade de saber se o aluno está bem do ponto de vista oftalmológico”, finalizou.

Fotos: Aquilles Soares – (Secom/PMG)

Escolas e creches da Rede Municipal de Ensino de Garanhuns estão recebendo alimentos da Agricultura Familiar



Mais de 50 instituições da Rede Municipal de Ensino de Garanhuns, incluindo escolas e creches do campo e da sede, estão recebendo os alimentos da agricultura familiar diretamente das cooperativas alimentícias cadastradas no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), realizado pelo Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Educação (Seduc).
O contrato firmado pela Seduc com as cooperativas tem a finalidade de entregar os alimentos diretamente às instituições de ensino para que haja uma melhor garantia de quantidade e qualidade do cardápio da merenda escolar.
A cada 15 dias, alimentos como banana, batata doce, batata inglesa, cebola, cenoura, chuchu, coentro, farinha, feijão, limão, inhame, laranja, melancia e ovos, estão sendo distribuídos em mais de 50 unidades de ensino, incluindo escolas e creches da sede e do campo. Mais de 18 mil alunos serão beneficiados com a entrega.
“Anteriormente, os alimentos passavam pelo almoxarifado e depois seguiam para as escolas e creches. A decisão de mudar a logística de entrega monitorada foi tomada para que os alimentos pudessem chegar até às escolas com uma melhor qualidade e conservação”, explicou a secretária de Educação, Kauely Almeida.

Fotos: Daniela Batista – Secom/PMG

quinta-feira, 23 de março de 2017

Câmara aprova texto principal que permite terceirização irrestrita

MSN

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quarta-feira, 22, projeto de lei de 19 anos atrás que permite terceirização irrestrita em empresas privadas e no serviço público. A proposta também amplia a permissão para contratação de trabalhadores temporários, dos atuais três meses para até nove meses - seis meses, renováveis por mais três.
O texto principal do projeto foi aprovado por 231 votos a 188. Houve ainda oito abstenções. O placar mostra que o governo terá dificuldades para aprovar as reformas trabalhista e, principalmente, a da Previdência, que será votada por meio de Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que exige um mínimo de 308 votos favoráveis na Câmara.
A Câmara não pôde incluir inovações no texto. Isso porque a proposta, de 1998, já tinha passado uma vez pela Casa, em 2000, e pelo Senado, em 2002. Com isso, deputados só puderam escolher se mantinham integral ou parcialmente o texto aprovado pelo Senado ou se retomavam, integral ou parcialmente, a redação da Câmara.
O texto final aprovado, que seguirá para sanção do presidente Michel Temer, autoriza terceirização em todas as atividades, inclusive na atividade-fim. Atualmente, jurisprudência do Tribunal Superior do Trabalho (TSE) proíbe terceirizar atividade-fim da empresa. Por exemplo, um banco não pode terceirizar os atendentes do caixa. 
No caso do serviço público, a exceção da terceirização será para atividades que são exercidas por carreiras de Estado, como juízes, promotores, procuradores, auditores, fiscais e policiais. Outras funções, mesmo que ligadas a atividade-fim, poderão ser terceirizadas em órgãos ou empresas públicas.
O projeto final também regulamentou a responsabilidade "subsidiária" da empresa contratante por débitos trabalhistas e previdenciários dos trabalhadores terceirizados, como acontece hoje. Ou seja, a contratante só será acionada a arcar com essas despesas se a cobrança dos débitos da empresa terceirizada contratada fracassar.
O texto que seguiu para sanção prevê ainda um escalonamento do capital social mínimo exigido de uma empresa de terceirização, de acordo com o número de funcionários. O capital social mínimo exigido vai de R$ 10 mil, para companhias com até 10 funcionários, a R$ 250 mil, para empresas com mais de 100 trabalhadores.
Hoje, não há essa exigência na iniciativa privada. Já no serviço público, a empresa contratante é que determina na hora da contratação qual deve ser o capital social mínimo da companhia de terceirizados. Inicialmente inserida na proposta, a anistia de "débitos, penalidades e multas" impostas até agora às empresas foi retirada do texto pelo relator para facilitar a aprovação do projeto. O governo era contra a medida. Segundo o relator do projeto na Câmara, Laércio Oliveira (SD-SE), essas dívidas hoje somam R$ 12 bilhões.
A oposição criticou a votação do projeto, sob o argumento de que representa um retrocesso e prejudica os trabalhadores. Opositores tentaram negociar, sem sucesso, o adiamento da votação. Eles queriam que, em vez da proposta de 1998, fosse votado um projeto de 2015 que regulamenta a terceirização, já foi votado na Câmara e está parado no Senado.
Na avaliação de deputados da oposição e das centrais sindicais, a proposta mais recente oferece mais salvaguardas aos trabalhadores. O projeto de 2015 traz garantias, como a proibição de a empresa contratar como terceirizado um funcionário que trabalhou nela como CLT nos últimos 12 meses.
Para opositores, a aprovação do projeto anula a reforma trabalhista que está em discussão na Câmara. "Se a terceirização for votada hoje, ela anula esta comissão. Se for votada, a reforma trabalhista vai perder muito o sentido", disse o deputado Paulão (PT-AL).
O líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), por sua vez, saiu em defesa da proposta. Segundo ele, o projeto vai permitir a geração de empregos. "O Brasil mudou, mas ainda temos uma legislação arcaica. Queremos avançar em uma relação que não tira emprego de ninguém, que não vai enfraquecer sindicatos", disse.

Semana do Autismo em Garanhuns terá início na próxima segunda

 “O autismo é parte desse mundo, não um mundo à parte”. O tema da Semana do Autismo resume o objetivo do evento realizado há sete anos em Garanhuns. De 27 de março a 2 de abril, o município estará inserido em uma programação voltada à conscientização das particularidades das crianças, adolescentes e adultos autistas da região. Por meio da parceria com a Secretaria de Educação, também serão realizadas rodas de conversa, palestras e formações com educadores da rede municipal de ensino.

De acordo com a idealizadora da Semana do Autismo, a cirurgiã-dentista Rennata Amorim, os movimentos de mobilização pontuais se expandiram com o passar do tempo. “Pensamos com um carinho muito grande e com o intuito de permitir uma maior interação, um momento de inclusão”, diz.  

De 27 a 30 de março estão programadas ações educativas em escolas - incluindo a rede municipal - e universidades. No 31 de março, a Caminhada para a Conscientização do Autismo sairá às 9h do Parque Euclides Dourado em direção ao Espaço Colunata, no centro da cidade. No sábado (01), haverá mobilização, exposição de banners e entrega de panfletos na cidade. Já o dia 2 de abril será de recreação no espaço Educativa, com autistas e familiares. Em brincadeiras e acomodações sensoriais a exemplo de pula-pula, cama elástica, piscina aquática, piscina de bolinha e balanços em malhas.

Fotos: Divulgação

Começa segunda (27) o cadastro para aluguel de imóveis durante o Viva Dominguinhos



A Secretaria de Turismo e Cultura de Garanhuns inicia, a partir da próxima segunda-feira (27), o cadastro para os moradores que desejam alugar suas casas durante o IV Viva Dominguinhos, que acontece, este ano, no período de 20 a 22 de abril. Os interessados devem se inscrever na sede da Secretaria – localizada no Centro Administrativo, avenida Caruaru, S/N, bairro Heliópolis -, das 9h às 13h.

No ato da inscrição, o responsável pelo imóvel preencherá uma ficha contendo nome, telefone, e-mail, endereço da casa e um espaço com informações adicionais que o interessado queira repassar, como, quantos cômodos tem a residência, se há móveis, valor do aluguel, entre outros detalhes.

As informações com as residências inscritas serão divulgadas no site do Governo Municipal (http://www.garanhuns.pe.gov.br/).

​Defesa Civil e Guarda Municipal de Garanhuns participam de curso para combater incêndios florestais



Durante toda esta semana guardas municipais e agentes da Defesa Civil estão participando de curso promovido pelo Corpo de Bombeiros e pelo Ibama para combater de forma eficiente focos de incêndios florestais. Além das aulas teóricas, os alunos também aprendem na prática como identificar e eliminar focos que podem se alastrar e causar danos à natureza e ao patrimônio. Durante uma das práticas um helicóptero da Secretaria Defesa Social será utilizado.


De acordo com Ana Virgínia Vieira de Melo, coordenadora do Prevfogo - Ibama Pernambuco, a solicitação partiu do Corpo de Bombeiros para capacitar os órgãos. “Este é um primeiro momento que desejamos expandir já que os Bombeiros estão presentes na maioria dos municípios-polo”, disse. O capitão Heitor Martins afirma que também é atribuição dos Bombeiros combater incêndios florestais e a parceria surgiu como alternativa já que para este tipo de contenção é necessário um grande número de participantes. “É um trabalho conjunto em que estamos dando o pontapé inicial com a Defesa Civil, Guarda Municipal e Prevfogo. A ideia é aumentar essa parceria”, declarou. A união de forças também é destacada por Fábio Antônio, secretário executivo da Defesa Civil

​. "O


ideal é ​multiplicar essas informações para que todos tenham capacidade de ajudar, caso seja necessário”

​, afirmou​


. O curso de combate a incêndios segue até sexta-feira (24).



Fotos: Aquilles Soares/Secom PMG

quarta-feira, 22 de março de 2017

​Cadastro de artesãos no Viva Dominguinhos segue até esta sexta-feira

Artesãos já cadastrados na Secretaria de Turismo e Cultura de Garanhuns devem se inscrever para comercializar produtos no Viva Dominguinhos até esta sexta-feira (24). Para expor, os interessados precisam ir até à sede da Secretaria, localizada no Centro Administrativo I, na Avenida Caruaru, s/n, Heliópolis, das 8h às 13h. O Viva Dominguinhos será realizado de 20 a 22 de abril pela Prefeitura de Garanhuns por meio da Secretaria de Turismo e Cultura.


segunda-feira, 20 de março de 2017

Atrações locais e nacionais estão na programação do IV Viva Dominguinhos

 Com a proposta de reverenciar a história musical e a forte relação do músico José Domingos de Moraes, o “Dominguinhos” com sua cidade natal, a 4ª edição do Viva Dominguinhos consolida o evento no calendário local e estadual. O evento, marcado para os dias 20, 21 e 22 de abril, trará atrações do município, da região Nordeste e do Brasil, para dois polos, sendo eles a Praça Cultural Mestre Dominguinhos e o Espaço Colunata, localizado no centro da cidade. A expectativa de público, para os três dias de festa, é superar o número de 110 mil pessoas contabilizadas no ano passado.
Na Praça Cultural Mestre Dominguinhos, onde estará montado o palco principal, os shows começarão às 21h e a infraestrutura disponibilizada ao público inclui praça de alimentação, área de artesanato, banheiros químicos – alguns deles com acessibilidade –, estrutura coberta com mesas e cadeiras. O palco "Canta Dominguinhos", no Espaço Colunata, localizado na Avenida Santo Antônio, funcionará na sexta (21) e no sábado (22), das 10h às 18h. O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, enfatiza que o Viva Dominguinhos é a "abertura do período junino em Pernambuco". "Temos certeza de que tudo o que é investido volta como incremento da economia em bares, restaurantes e hotéis", afirma.
 Entre os 79 habilitados na convocatória, foram selecionados 29 artistas para os dois polos. A programação foi montada visando contemplar diversos gêneros musicais, sempre com alguma interligação ao baião, que marcou a carreira de Dominguinhos. Dessa forma, quem abre os festejos no Praça Cultural é Mourinha do Forró, Nádia Maia e Targino Gondim, Andréa Amorim, Cezzinha e Dorgival Dantas, na quinta-feira (20). Na sexta-feira (21), não vão faltar sucessos de público com Genaro, Os Nonatos, Alcymar Monteiro e Fulô de Mandacaru. Já o sábado (22) começa com a garanhuense Kiara Ribeiro, seguindo com a Cantoria Agreste - que reúne Genaro, João Netto, Marcelo Melo e Sérgio Andrade. Para encerrar o evento, tem o forró autêntico de Flávio José e as músicas dançantes do Falamansa.

 As apresentações do palco Canta Dominguinhos da sexta-feira (21) serão: Valdir Marino, Os Coroas do Forró, Forró do Xeeh, Orquestra Sanfônica, Quero Xote, Juliano do Acordeon, Verônica, Nando Azevedo e Amanda Back. Já no sábado (22), sobem ao palco Ivan Maceió, Mateus Cordeiro e Deivinho, Rogério e Os Cabras, Michelly dos Anjos, Forró Pesado de Garanhuns, Banda Seu Januário, André Macambira, Andrezza Formiga e Roberto Cruz.

Segurança - O esquema de segurança foi planejado e será executado por meio de uma parceria da Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT), Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os números de efetivos ainda serão divulgados. A Secretaria de Saúde do município disponibilizará uma ambulância com motorista e um técnico de enfermagem para dar o suporte necessário em casos de emergência no local do evento, além de uma equipe de fiscalização da Vigilância Sanitária.

Trânsito - Ainda não estão definidas todas as intervenções necessárias para a fluidez do trânsito durante os dias do evento. Estão confirmadas apenas as interdições parciais das Ruas Coronel Antônio Vitor e da Prosperidade, além da Avenida Afonso Pena, todas no entorno da Praça Cultural Mestre Dominguinhos.
Parceria – Mais uma vez, a iniciativa Desmistificando a Sanfona será realizada em parceria com a Secretaria de Educação. Durante a realização do Viva Dominguinhos, escolas das Redes Municipal, Estadual e Privada receberão aulas-espetáculo que apresenta noções de como o instrumento é tocado, sua sonoridade e notas musicais. O momento também expõe um resumo sobre a vida e a obra do grande mestre garanhuense.
Dominguinhos em Quadros – O projeto de intervenção urbana “Dominguinhos em Quadros” será realizado no muro do Hotel Tavares Correia, na Avenida Rui Barbosa, bairro Heliópolis. A ação teve início em 2015 e faz sucesso entre visitantes e moradores que podem ver imagens e letras de músicas entoadas por Dominguinhos.
Movimentação econômica - Na edição 2016 do Viva Dominguinhos, de acordo com a Secretaria de Turismo, a taxa de ocupação nos meios de hospedagem ficou em 95%; quanto à comercialização de alimentos e bebidas, a movimentação ficou em 70%; no artesanato, o registro da movimentação ficou em torno em 50% nas vendas. O público total do evento ultrapassou as 110 mil pessoas, segundo apurado pela organização do evento e dados da Polícia Militar (PM).

​Foto: Arquivo Secom​

terça-feira, 7 de março de 2017

Mês de março é dedicado à mulher em Garanhuns


No dia 8 de Março é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Pensando nisso, o Governo Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria da Mulher (Secmul), começou na última quinta-feira (2), uma série de ações alusivas à temática do gênero. As atividades, que vão até o dia 31 de março, abrangem a conscientização a respeito da valorização da mulher, por meio de palestras, rodas de conversa e comemorações. As ações terão participação de integrantes da OAB, Rotary Club e Polícia Militar. Além de visitas às instituições públicas e privadas.
Para dar início à semana, uma palestra com o tema “Empoderamento, Justiça e Equidade”, será ministrada na Ferreira Costa, para as funcionárias da loja. O momento acontece hoje (6), a partir das 16h e já faz parte da 7ª Semana da Justiça pela Paz em Casa que segue até sexta-feira (10). Durante esta ação, os casos de violência doméstica ganham celeridade e passam a ser prioridade entre os processos existentes na 1ª e na 2ª Varas Criminais, além de serem realizadas palestras e ações alusivas ao Dia Internacional da Mulher. “É importante que as mulheres estejam nestes eventos para que elas possam entender melhor como é a construção da mulher no nosso país e como é importante que elas reproduzam essas ideias para toda a sociedade”, diz a secretária da Mulher, Eliane Simões.
Na terça-feira (7), às 19h, está programada, no Sesc Garanhuns, a cerimônia de abertura do Projeto Maria da Penha Vai à Escola 2017, que contará com a presença da secretária da Mulher de Pernambuco, Silvia Cordeiro. Trinta escolas irão participar do projeto, que visa levar ao ambiente escolar a conscientização a respeito do enfrentamento à violência contra a mulher. Por meio de pesquisas, debates, produções de texto e apresentações, os professores trabalham, com os alunos e a comunidade, o assunto. A ação é uma parceria com a Secretaria de Educação (Seduc). Na abertura, a professora Regina Célia ministrará uma palestra com o tema: “A educação como agente transformador de uma cultura machista e patriarcal em uma cultura de paz e equidade”.
Além desses eventos, a Secmul também traz outras ações durante o mês que homenageia a mulher. Entre elas, estão participações em instituições de ensino, Centro de Referência em Assistência Social (Cras), comunidades quilombolas e órgãos da saúde.  No próximo domingo (12), a partir das 7h, também haverá uma caminhada idealizada pelos Caminhantes do Parque.  
O Projeto Movimento continua em atividade através de ações pontuais de divulgação dos serviços e do objetivo do trabalho da Secmul. A ação acontece por meio de uma abordagem direta com panfletagem em locais públicos e privados, onde uma equipe da Secretaria explica as formas de violência e os serviços que o Centro de Referência em Atendimento à Mulher (Cram) oferece. Ações preventivas de enfrentamento à violência contra a mulher também serão feitas em parceria com a Polícia Militar, nos bairros de Garanhuns.
De acordo com a secretária Eliane Simões, março é um mês alusivo à mulher, mas não somente de comemorações. Também é de conscientização e garantia de direitos. “Segundo o IBGE, 51.4% da população brasileira é do sexo feminino, então precisamos ter consciência que um traço cultural como o machismo e o sexismo podem ser desconstruídos pela educação. Nós, mulheres, que somos educadoras por cultura, precisamos erradicar da sociedade esses conceitos equivocados. É um momento de reflexão e de empoderamento. Nós vamos trazer um novo contexto, onde vamos analisar qual o papel real nesse mundo que nós queremos construir”, afirma.